Casal preso com bebê de 2 anos desaparecido alega que mãe deu menino para eles, diz polícia - Brasil
CASO NICOLAS

Casal preso com bebê de 2 anos desaparecido alega que mãe deu menino para eles, diz polícia

Mulher teria escrito uma carta de despedida, dizendo que não tinha condições de criar a criança


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O casal encontrado com o bebê Nicolas, de 2 anos, nesta segunda-feira (8), em São Paulo, disse à polícia que o menino foi dado a eles pela própria mãe. O homem e a mulher foram detidos e levados ao 30º Distrito Policial do Tatuapé para prestar depoimento.

O garoto, que morava em São José, Santa Catarina, estava desaparecido desde o dia 30 de abril. À época, a mãe dele contou que ia encontrar uma amiga, quando passou mal e teria se perdido da criança.

  

Casal preso com bebê de 2 anos desaparecido alega que mãe deu menino para eles, diz polícia Reprodução
   

Ela foi encontrada desacordada na última terça-feira (2) em São José. Ela ficou três dias em estado grave e continua internada no Hospital Regional do município após fazer uma lavagem estomacal por ingestão de grande quantidade de remédios.

A reportagem teve acesso a uma carta que teria sido escrita pela mãe do garoto em tom de despedida. No documento, ela pedia para a família não tentar pegar a criança de volta.

Segundo a mulher, ela teria feito o que era melhor para a criança, pois estava com depressão e não tinha condições de saúde e nem financeira para criá-lo.

Investigações

Após o desaparecimento da criança, as polícias Civil e Militar dos dois estados criaram uma força-tarefa para localizar o garoto.

Nesta segunda-feira (8), através de informações obtidas pelo Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) de Santa Catarina, a corporação acionou a PM de São Paulo após uma denúncia sobre o paradeiro da vítima.

Equipes da 5ª Companhia do 8º Batalhão de Polícia Militar de São Paulo iniciaram patrulhamento pela área até que conseguiram localizar o veículo descrito na denúncia, um Hyundai Creta branco.

De acordo com o Tenente Brandão, responsável pela ocorrência, os agentes decidiram pela abordagem após notar o nervosismo dos dois adultos ocupantes do automóvel.

Dentro do carro os policiais localizaram um casal, sendo o homem na direção e uma mulher no banco do passageiro, enquanto Nicolas estava no banco de trás.

Questionados, os suspeitos afirmaram que a criança se tratava do garoto desaparecido. A mulher afirmou que a mãe do bebê havia entregado o garoto e que estaria a caminho do fórum para regularizar a situação.

Ainda segundo a PM, o casal detido saiu da capital paulista, foi até a cidade de São José, pegou a criança e retornou para São Paulo.

A corporação acredita que durante o trajeto, feito de carro, os suspeitos tenham trocado a placa. No momento da abordagem, não foi constatada nenhuma irregularidade no veículo.

Próximos passos

O casal detido, assim como o menino resgatado, foram encaminhados para a delegacia, onde os suspeitos prestaram depoimento e permaneceram presos.

A criança, que não aparentava nenhuma marca de maus-tratos, foi acolhida e encaminhada para um abrigo, onde aguarda a chegada dos responsáveis para retornar para seu estado de origem.

Nicolas deve voltar para a família, na cidade de São José, nesta terça-feira (9). As polícias dos dois estados estão em negociação para realizar o transporte da criança.

O caso foi registrado no 30º Distrito Policial do Tatuapé. Solicitamos uma nota à Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado