Delegado aposentado é queimado vivo por agente demitido; crime foi motivado por vingança - Brasil
CRIME

Delegado aposentado é queimado vivo por agente demitido; crime foi motivado por vingança

O suspeito, segundo a polícia, foi demitido há 18 anos da corporação por extorquir uma mulher


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O advogado e ex-delegado da Polícia Civil de Minas Gerais, Hudson Maldonado Gama, foi esfaqueado e teve seu corpo queimado na quarta-feira (22), em Sete Lagoas, município de Minas Gerais. O suspeito de cometer o crime é um ex-investigador da PCMG. O caso, segundo a polícia, teria sido motivado por vingança.

A investigação da Polícia Civil aponta que o assassino seria um ex-agente de polícia, que foi expulso da corporação em 2006, em uma ação defendida por Hudson Maldonado Gama, que na época atuava como advogado. No caso, o suspeito era acusado de extorquir uma mulher. 

  

Delegado aposentado é queimado vivo por agente demitido Reprodução

   

Ainda de acordo com a PC, o ex-investigador se vestiu de entregador, invadiu a casa do delegado aposentado, esfaqueou ele, enrolou o corpo em um colchão e ateou fogo à vítima. A vítima teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) seis meses atrás e por isso não conseguiu se defender e sair da casa.

À polícia, uma pessoa que trabalhava na casa contou que, no dia do crime, chegou na residência e ouviu interfonar. Ao atender, o homem se apresentou como entregador de farmácia e quando ela se aproximou do portão foi rendida pelo suspeito e ameaçada com uma faca. 

Segundo ela, o suspeito disse que não tinha nada contra ela, mas sim com o delegado com quem tinha “tinha uma dívida há 18 anos”. Ele fugiu após o crime e ainda não foi localizado. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado