Dilma diz que Banco dos Brics vai repassar R$ 5,75 bilhões para reconstrução do RS - Brasil
BRASIL

Dilma diz que Banco dos Brics vai repassar R$ 5,75 bilhões para reconstrução do RS

Valores serão destinados para obras de infraestrutura urbana, saneamento básico, proteção ambiental e prevenção de desastres


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Novo Banco de Desenvolvimento, conhecido como Banco dos Brics (grupo de países que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), vai repassar US$ 1,115 bilhão, cerca de R$ 5,75 bilhões, para a reconstrução do Rio Grande do Sul. O anúncio foi feito pela presidente da instituição, Dilma Rousseff, nesta terça-feira (14), e os valores serão destinados para obras de infraestrutura urbana, saneamento básico, proteção ambiental, pequenas e médias empresas e prevenção de desastres.

O Rio Grande do Sul enfrenta fortes chuvas e enchentes, que já mataram ao menos 147 pessoas, segundo a última atualização da Defesa Civil local. Os feridos somam 806 e 125 cidadãos estão desaparecidos. São 2,1 milhões de gaúchos afetados e mais de 538 mil desalojados. O governo federal planeja um novo anúncio de socorro ao RS, que deve ser anunciado na tarde desta terça (14). Além da suspensão do pagamento da dívida do estado com a União por três anos, o Executivo já destinou cerca de R$ 63,1 bilhões para a tragédia.

  

Dilma Rousseff, presidente do Banco dos Brics Bloomberg
   

Dilma, que nasceu em Belo Horizonte (MG) e construiu a vida política no Rio Grande do Sul, acertou o repasse com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Eduardo Leite (PSDB). “Quero reiterar minha solidariedade aos gaúchos e aos governos federal e estadual. O Banco dos BRICS tem compromisso e atuará na reconstrução e na recuperação da infraestrutura do Estado. Queremos ajudar as pessoas a reconstruir suas vidas”, escreveu a ex-presidente da República.

Segundo Dilma, os valores serão repassados ao RS “sem burocracia”. O estado vai receber os recursos por meio de ações diretas e parcerias com instituições financeiras brasileiras, como o Banco do Brasil, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Repasses

Quase metade dos valores — R$ 2,5 bilhões — serão transferidos ao Rio Grande do Sul por meio do BNDES. Da quantia, metade será destinada para pequenas e médias empresas e a outra metade vai para obras de prevenção de desastres, proteção ambiental, infraestrutura, água e tratamento de esgoto.

Cerca de R$ 1 bilhão será enviado pelo Banco dos Brincs para aplicação direta, com objetivo de atender obras de infraestrutura, vias urbanas, pontes e estradas. Por meio do Banco do Brasil, a instituição comandada por Dilma vai direcionar R$ 500 milhões para infraestrutura agrícola, em projetos de armazenagem e infraestrutura logística.

Em parceria com o BRDE, o Banco dos Brics vai liberar de forma imediata R$ 100 milhões para projetos de desenvolvimento e mobilidade urbana e recursos hídricos. O BRDE também tem R$ 1,47 bilhão em contratos com a instituição internacional, que estão em fase de aprovação. Este valor vai poder ser investido em obras de desenvolvimento urbano e rural, saneamento básico e infraestrutura social.

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado