Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada e rezar sobre a barriga da menina após abusos - Brasil
CRIME

Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada e rezar sobre a barriga da menina após abusos

O crime foi denunciado pela escola da menina, quando uma professora notou um volume na barriga dela


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um homem de 49 anos foi preso, na terça-feira (27), suspeito de estuprar e engravidar a enteada de apenas 12 anos, em Anápolis, região central de Goiás. A mãe da vítima também foi presa por saber do crime e não ter denunciado.

Segundo a Polícia Civil, a menina relatou que o padrasto a abusava e depois colocava um terço sob a barriga dela e rezava. O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar pela direção da escola onde a vítima estudava.

  
Padrasto é preso suspeito de estuprar enteada e rezar sobre a barriga da menina após abusos Divulgação/ PCGO
 
 
 

Ainda segundo a PC, uma professora notou a mudança de comportamento da menina e um volume no abdômen da menina e suspeitou da gravidez. Ela conversou com a vítima que contou que estava sendo abusada há quatro anos pelo padrasto e que estaria grávida de seis meses.

A mãe sabia da gravidez e teria questionado o companheiro, que negou o crime. A mulher não acreditou na filha. O padrasto chegou a ir à delegacia e continuou negando. Após o nascimento do bebê, um exame de DNA foi realizado que comprovou que ele era o pai. 

A polícia não deu detalhes sobre a situação da menina e do bebê. A justiça determinou a prisão do padrasto, por estupro, e da mãe, por omissão. Eles foram encaminhados para a delegacia e seguem à disposição da justiça.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado