Piauí é o estado com o maior número de matrículas na Educação Profissional, Técnica e Tecnológica - Cidades
EDUCAÇÃO

Piauí é o estado com o maior número de matrículas na Educação Profissional, Técnica e Tecnológica

O levantamento indicou que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) foi a rede que mais criou vagas novas no Ensino Técnico


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Piauí comemora mais um feito na Educação. Foi o estado brasileiro com o maior número absoluto de matrículas criadas na Educação Profissional, Técnica e Tecnológica (EPT) em 2023. Além disso, ampliou a diferença percentual de alunos que fazem EPT em relação ao estado que ficou em segundo lugar no país.

Os resultados do Censo Escolar 2023 foram divulgados na última quinta-feira (22) e mostram o panorama de crescimento da Rede Pública Estadual de Ensino do Piauí. Apresentado com dados de todas as redes de educação pública do país, o levantamento indicou que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) foi a rede que mais criou vagas novas no Ensino Técnico.

Piauí é o estado com o maior número de matrículas na Educação Profissional, Técnica e Tecnológica (EPT) do Brasil
Reprodução


“O Piauí, que já tinha o maior percentual de alunos no ensino técnico, amplia essa diferença e é o estado com mais vagas disponibilizadas de EPT na rede estadual. Foram mais de 40 mil vagas criadas nos últimos 2 anos. Esse é o nosso foco. Investir cada vez mais em um modelo de educação que gere mais oportunidades para os jovens e mais desenvolvimento para o Piauí”, celebra o governador Rafael Fonteles.

De acordo com dados do Censo Escolar 2023, 35,3% dos estudantes da rede pública estadual do Piauí estão matriculados em cursos profissionais, técnicos e tecnológicos.

PROGRAMAS DA SEDUC IMPULSIONAM CRESCIMENTO - O Seduc Tec e o Oportunidade Jovem contribuíram diretamente para o crescimento nas matrículas em cursos técnicos, profissionais e tecnológicos. Cursos como Desenvolvimento de Sistemas com Ênfase em Inteligência Artificial, Turismo com Ênfase em Empreendedorismo, Marketing Digital, Programação de Jogos Digitais e Sistemas de Energias Renováveis, ofertados em 184 escolas das 21 Gerências Regionais de Educação, ampliaram o número de matrículas em 2023.

Os cursos são ofertados pelo Seduc Tec, projeto que faz parte do Acelera Seduc e que visa a ampliação da oferta de cursos profissionais, técnicos e tecnológicos de nível médio integrado à modalidade de Tempo Integral.

O Secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, destaca que o nível de aprendizagem dos estudantes é comprovadamente melhor na modalidade de Tempo Integral associada à oferta de cursos profissionalizantes. “O modelo de escola de Tempo Integral associado com o Ensino Profissional, Técnico e Tecnológico gera fortalecimento das aprendizagens, melhora índices sociais, econômicos, as habilidades socioemocionais e a formação cidadã dos nossos jovens e favorece o ingresso no ensino superior e mundo do trabalho”, defende.

A inserção dos jovens piauienses no mundo do trabalho é outra meta do Governo do Estado que passa pela pasta da Educação. O Oportunidade Jovem é o maior programa de inclusão produtiva de jovens da história do Piauí, que busca oportunizar o início da jornada de experiência profissional.

Novas oportunidades para os jovens estão sendo criadas com a implantação do Programa, desde o âmbito acadêmico, com bolsas remuneradas de monitoria estudantil, estágio curricular e extracurricular em Instituições Públicas ou Privadas, até o primeiro emprego e trabalho.

Washington Bandeira destaca a importância do Oportunidade Jovem aos estudantes Seduc. “Antes do estágio obrigatório ser remunerado, os estudantes mais vulneráveis da Educação Profissional acabavam não concluindo o curso e evadindo da escola pelo simples fato de não terem condições de se deslocar para o local do estágio. Com a bolsa do Oportunidade Jovem conseguimos minimizar essa dificuldade e muitos retornaram e concluíram o curso em 2023. O Piauí também reduziu a evasão escolar e a distorção idade-série em 2023 e isso se deve muito ao novo modelo do tempo integral com o ensino profissional e o Oportunidade Jovem”, afirma.

Fonte: Governo do Piauí


Dê sua opinião:

Fique conectado