Governo do Piauí cede estruturas no interior do estado para acelerar atendimentos do INSS - Economia
ECONOMIA

Governo do Piauí cede estruturas no interior do estado para acelerar atendimentos do INSS

Convênio de cooperação técnica visa aumentar capilaridade da seguridade social em municípios que não possuem unidades do INSS


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O governador em exercício, Themístocles Filho, assinou na tarde desta quinta-feira (16) um protocolo de intenções para celebração de Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e o Governo do Piauí. A iniciativa vai desburocratizar o acesso aos serviços oferecidos pelo órgão e aumentar o acesso aos serviços no interior do estado.

O acordo prevê a cessão de estruturas do Governo do Estado em municípios do interior, para uso do INSS, possibilitando assim o acesso dos segurados sem necessidade de deslocamento a Teresina ou outros centros. Outro ponto em destaque é a facilitação do acesso a benefícios de forma online, como as perícias médicas.

  
Governo do Piauí cede estruturas no interior do estado para acelerar atendimentos do INSS Divulgação
 
 
 

O governador em exercício, Themístocles Filho, destacou o avanço na área tecnológica que o Piauí se encontra, e disse que toda a estrutura estará à disposição do INSS para a redução das filas de espera por atendimento. ”O Governo do Estado vai dar a estrutura que ele tem para que o INSS possa se aproximar cada vez mais da população e diminuir os dias que o cidadão espera em uma fila”, declarou.

No Piauí, cerca de 25% da população têm algum benefício do INSS, porém nem todos os municípios possuem agência. O ministro Carlos Lupi destaca que esse termo de cooperação irá beneficiar os cidadãos que precisam ter acesso aos serviços da previdência. “A gente está fazendo o convênio para que o estado coloque também a previdência social, o INSS, a nossa plataforma de serviço, para as pessoas darem entrada no seu pedido. Temos feito isso em todos os estados, principalmente no Nordeste, que é onde temos mais dificuldade, principalmente na fila da perícia” destacou o ministro.

O Superintendente Regional Nordeste do INSS, Caio Maia Figueiredo, destaca que no Piauí, mais de 200 municípios não possuem uma unidade do INSS. As cooperações são uma forma de minimizar os efeitos destas deficiências. “Essa é a nossa missão, aumentar a nossa capilaridade. E agora, a partir deste termos de cooperação com o Governo do Estado, iremos bater 98 acordos de cooperação técnica aqui no Estado do Piauí, e vamos buscar 200 no estado”, apontou.


Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado