Piauí registra 6,2% de aumento do PIB e tem o terceiro melhor resultado do Nordeste, diz IBGE - Economia
ECONOMIA

Piauí registra 6,2% de aumento do PIB e tem o terceiro melhor resultado do Nordeste, diz IBGE

Esse dado para o estado é da ordem de R$ 64,028 bilhões, em 2021, pontuando um aumento em relação a 2020


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Piauí registrou crescimento de 6,2% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2021. Os dados são de um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com a Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí (SEPLAN), através da Superintendência de Pesquisas Econômicas e Sociais do Piauí – CEPRO.

Esse dado para o estado é da ordem de R$ 64,028 bilhões, em 2021, pontuando um aumento em volume em relação a 2020, o que representou o terceiro maior crescimento dentre os estados do Nordeste, superando, inclusive, a média regional que foi de 4,3%, e o oitavo maior do Brasil. 

O PIB do Brasil, em 2021, atingiu cerca de R$ 9,0 trilhões, evidenciando um crescimento em volume de 4,8 % em comparação com 2020. As unidades da federação que apresentaram maior crescimento do PIB foram: Rio Grande do Sul, com 9,3%; Tocantins, com 9,2%; e Roraima, com 8,4%. As unidades com menor crescimento foram: Mato Grosso do Sul, com 0,8%; e Mato Grosso, com 0,2%.

  

Piauí registra 6,2% de aumento do PIB e tem o terceiro melhor resultado do Nordeste, diz IBGE Marcello Casal jr/ Agência Brasil
   

Em 2021, apesar do crescimento do PIB do Piauí da ordem de 6,2%, sua participação em relação ao PIB total do país se manteve a mesma de 2020, de cerca de 0,7%, o que permitiu manter também sua posição relativa na classificação geral das unidades da federação, como o 21º. PIB dentre as unidades da federação. Na região Nordeste, o maior PIB foi o da Bahia, com R$ 352,618 bilhões. 

Por sua vez, o PIB do Piauí, de R$ 64,028 bilhões, ficou na 8ª posição, só superando o do estado de Sergipe, com R$ 51,861 bilhões. No Brasil, os maiores PIBs foram o do estado de São Paulo, com R$ 2,719 trilhões, seguido do Rio de Janeiro, com R$ 949,301 bilhões. Os menores PIBs do país foram o do Amapá, com R$ 20,1 bilhões, e o de Roraima, com R$ 18,203 bilhões.

Piauí registra o segundo maior crescimento do PIB percapita no país, no período de 2002 a 2021 

Na série histórica de 2002 a 2021, o Piauí apresentou o segundo maior crescimento percentual no PIB percapita no país, da ordem de 697,54%, tendo passado de R$ 2.440,70 em 2002, para R$ 19.465,69 em 2021. A unidade da federação que apresentou o maior crescimento percentual no PIB percapita foi o Mato Grosso, com 800,51%, e o menor crescimento foi o registrado pelo Distrito Federal, com 275,11%. 

Com esse grande crescimento, o Piauí saltou duas posições na classificação nacional, passando da 27ª colocação, em 2002, para a 25ª, em 2021, superando atualmente os estados da Paraíba, que registrou um PIB percapita de R$ 19.081,81, e o Maranhão, com R$ 17.471,85. Nesse mesmo período, o Brasil registrou um aumento médio no PIB percapita de 400,54%, passando de R$ 8.440,27, em 2002, para R$ 42.247,52, em 2021. 

  

O PIB do Brasil, em 2021, atingiu cerca de R$ 9,0 trilhões, evidenciando um crescimento em volume de 4,8 % em comparação com 2020 Reprodução / Pixabay
   

O maior PIB percapita do país é o do Distrito Federal, com R$ 92.732,27, o equivalente a 2,2 vezes o PIB percapita do Brasil. Na sequência vem Mato Grosso, com um PIB percapita de R$ 65.426,10, equivalendo a uma razão de 1,5 vez o PIB percapita do país. 

Por sua vez, o PIB percapita do Piauí, com R$ 19.465,69, equivale a uma razão de 0,5 (ou 50%) do PIB percapita do país, tendo, inclusive, apresentado um aumento em relação a 2002, quando equivalia a uma razão de 0,3 (ou 30%) do valor do PIB percapita do Brasil.

Piauí registra o quarto maior crescimento acumulado do PIB no país, de 2002 a 2021 

Na série histórica do PIB, no período de 2002 a 2021, o Piauí apresentou o quarto maior crescimento acumulado do PIB no país, da ordem de 93,5%, o que equivale a uma média anual de crescimento da ordem de 3,5%. Como consequência, a participação relativa do Piauí no PIB do país também se elevou, tendo passado de 0,5% do PIB total do Brasil, em 2002, para 0,7%, em 2021. 

Em termos de posição na classificação geral considerando o valor total do PIB dos estados, o Piauí saltou da 23ª posição, em 2002, para a 21ª, em 2021. Os estados que superam o Piauí em crescimento acumulado do PIB, no período de 2002 a 2021, são: Tocantins, com 138,7%; Mato Grosso, com 130,8%; e Roraima, com117,1%.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado