PiauíPrev convoca servidores inativos e pensionistas para Prova de Vida 2023 - Economia
PRAZO

PiauíPrev convoca servidores inativos e pensionistas para Prova de Vida 2023

A não realização do procedimento implica em suspensão do benefício a partir de 30 dias após o fim do prazo


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Servidores públicos estaduais inativos, militares da reserva e pensionistas, do Poder Executivo e do Tribunal de Contas do Estado (TCE) nascidos em janeiro e fevereiro, que recebem benefício previdenciário por meio da Fundação Piauí Previdência (PiauíPrev), já podem fazer a Prova de Vida 2023.  

A exemplo de anos anteriores, o procedimento é realizado por meio digital através do aplicativo oficial, disponível gratuitamente nas plataformas de celulares IOS e Android. A não realização da prova implica em suspensão do benefício a partir de 30 dias após o fim do prazo.

  

Piauí Prev
divulgação
   

Prevista na lei 7.311/2019, a prova de vida é anual e obrigatória. Visa evitar o pagamento indevido de benefícios. Buscando dar mais comodidade aos aposentados e pensionistas, a Fundação Piauí Previdência aderiu ao aplicativo “Meu RPPS”, onde o beneficiário insere as informações, anexa os documentos e captura o movimento corporal exigido pela plataforma. A PiauíPrev orienta o usuário a atualizar a versão do aplicativo.

“Se o aposentado ou pensionista não realizou o procedimento no ano passado, pode acessar o app a qualquer tempo para realizar a comprovação de 2022. Já a prova de vida de 2023 deve  sere feita apenas a partir do seu mês de aniversário,” esclarece Nayana Cavalcante, diretora de Previdência Piauí Prev.

Segundo cronograma elaborado pela Fundação Piauí Previdência, o servidor terá três meses para fazer a prova de vida, a contar do início do mês em que ele aniversaria (ver tabela abaixo). Os nascidos em janeiro, por exemplo, têm até 31 de março para concluir o procedimento.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado