Guaribas: de símbolo do Fome Zero a prêmio na educação e intercâmbio internacional - Educação
EDUCAÇÃO

Guaribas: de símbolo do Fome Zero a prêmio na educação e intercâmbio internacional

Ceti Paulo Freire foi uma das vencedoras do Seduckathon e os estudantes vão participar intercâmbio internacional


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A cidade de Guaribas, no extremo-sul do Piauí, que já foi considerado o município mais pobre do Brasil, símbolo do programa Fome Zero, do governo federal, deu mais um exemplo de superação, desta vez, na educação. Da extrema pobreza à premiação em campeonato de programação que reuniu alunos de escolas da rede pública estadual. Uma escola da cidade, o Centro de Ensino de Tempo Integral (Ceti) Paulo Freire, foi uma das vencedoras do Seduckathon e os estudantes vão participar de intercâmbio internacional.

  
Guaribas: de símbolo do Fome Zero a prêmio na educação e intercâmbio internacional
divulgação
 
 
 

Os alunos conquistaram o 6º lugar na competição promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). Foram três dias intensos de atividades, nos quais 10 times formados por alunos de Cursos Técnicos de Desenvolvimento de Sistemas e Programação de Jogos apresentaram projetos que reúnem soluções práticas e que aprimoram a rotina escolar.

Kainã Ribeiro, aluno do 2º ano do Centro de Ensino de Tempo Integral Paulo Freire, desenvolveu, com sua equipe, uma solução em inteligência artificial, denominada Edula, para auxiliar na relação ensino-aprendizagem e ajudar os professores da escola em que estuda. "O algoritmo do Edula pode reconhecer se o aluno vai bem ou não por meio de uma pequena avaliação diagnóstica de 10 questões, mais ou menos. Ali você faz aquela avaliação, aí já gera um relatório para o professor", explicou o estudante.

  
Guaribas: de símbolo do Fome Zero a prêmio na educação e intercâmbio internacional
divulgação
 
 
 

A equipe garantiu a premiação da competição, que é um intercâmbio internacional, podendo escolher se viajam para os Estados Unidos e à Coreia do Sul. "Depois da competição intensa, muita programação, muito código e a gente conseguir entregar o que foi planejado dentro do prazo estipulado, é muito gratificante", avaliou o professor Eraques Alves, orientador da turma.

O Seduckathon é um dos resultados das missões internacionais lideradas pelo governador Rafael Fonteles, que conseguiu abrir as portas de instituições renomadas no mundo para receber estudantes piauienses. Quase 1.400 alunos se inscreveram para as provas objetivas da primeira fase e 50 estudantes venceram a final e farão o intercâmbio.

No dia da premiação, o governador revelou o plano de ampliar o número de intercambistas do Seduckathon nos próximos anos, chegando a 100 estudantes em 2025 e a 200 em 2026.

  
Guaribas: de símbolo do Fome Zero a prêmio na educação e intercâmbio internacional divulgação
 
 
 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado