DECLARAÇÃO

Whindersson Nunes desabafa após ordem de despejo: "Nunca coloquei os pés lá"

O humorista ainda brincou com a situação no Twitter


O humorista piauiense Whindersson Nunes usou o Twitter nesta quinta-feira (20) para desabafar sobre uma ordem de despejo envolvendo o seu nome. Segundo o Youtuber, ele foi despejado de um local que sequer tem conhecimento.

"Mês passado, eu paguei 8 mil reais em pedras para jardim. Detalhe: eu não tenho jardim. Hoje, eu fui despejado de um lugar no qual eu nunca coloquei os pés. Dezesseis mil reais de ifood e eu NEM TENHO ESSE APLICATIVO. Eu como a mesma comida todos os dias, nos mesmos horários",  desabafou.

  

Whindersson Nunes desabafa após ordem de despejo: "Nunca coloquei os pés lá"
Reprodução
  

De acordo com ação julgada pela Comarca Regional de Pinheiros em 6 de julho, foi considerado procedente o pedido de despejo, visto que os pagamentos referentes ao imóvel não estão sendo feitos, o que configura quebra de acordo.

Conforme a decisão, à qual o R7 teve acesso, o humorista terá 15 dias, contados a partir do último dia 6, para desocupar a sala de forma voluntária, sob pena de despejo compulsório.

Whindersson também deverá pagar à autora da ação os aluguéis atrasados, multa e encargos reclamados.

Assessoria do humorista se manifesta

A assessoria de imprensa do humorista reforçou que o cliente não tinha conhecimento envolvendo duas salas comerciais em São Paulo, alegando que a gestão administrativa do famoso é feita por empresa terceirizada. 

'Em relação à notícia veiculada hoje, 20 de julho, em alguns portais de notícia, sobre uma ação judicial envolvendo duas salas comerciais alugadas por Whindersson Nunes, a assessoria informa que a gestão administrativa do artista é feita por empresa terceirizada e que o mesmo tomou conhecimento dos fatos e da existência dos imóveis pela mídia. Ressalta ainda que todas as providências para a regularização de eventuais pendências já foram tomadas', diz o comunicado.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: