Sejus inicia vacinação contra a Covid-19 nas unidades prisionais do Piauí - Geral
VACINA

Sejus inicia vacinação contra a Covid-19 nas unidades prisionais do Piauí

Segundo a Gerente de Saúde da Secretaria da Justiça, Jackelene Meneses, a vacina contra Covid agora faz parte do calendário anual de vacinação


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Secretaria da Justiça iniciou o cronograma de vacinação contra Covid-19 nas unidades prisionais do Estado. As doses já foram aplicadas na Penitenciária Capitão Carlos José Gomes de Assis – Altos; na Unidade de Apoio Prisional e na Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira.

O cronograma segue e as próximas Unidades a receberem a vacinação serão a Cadeia Pública de Altos e a Penitenciária Gonçalo de Castro Lima, em Floriano. As ações nas demais unidades serão realizadas, conforme o calendário de cada secretaria municipal de saúde e da Fundação Municipal de Saúde – FMS.

  

Secretaria da Justiça inicia vacinação contra Covid-19 nas unidades prisionais no Piauí Reprodução

   

Segundo a Gerente de Saúde da Secretaria da Justiça, Jackelene Meneses, a vacina contra Covid agora faz parte do calendário anual de vacinação.

“Integram os grupos prioritários as pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional e policiais penais. Esses serão vacinados e na sede da Sejus também vamos realizar a vacinação. A ação é realizada com as equipes de saúde das unidades, da PNAISP - Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional, secretárias municipais e Fundação Municipal de Saúde”, explica a Gerente de Saúde.

As vacinas contra a COVID-19 recomendadas pela OMS são altamente eficazes na prevenção de doenças graves, hospitalização e morte contra todas as cepas do vírus SARS-CoV-2 (ou seja, o vírus que causa a COVID-19), incluindo a variante omicron e suas sub-linhagens. Além disso, as vacinas são altamente eficazes na redução da transmissão do vírus, embora possam não impedir completamente a infecção.

A assistência à saúde é uma garantia das pessoas privadas de liberdade, conforme a Lei de Execuções Penais (LEP). Nas 17 unidades penais do Piauí, a Sejus dispõe de equipes multidisciplinares com médicos, enfermeiros, dentistas, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas e demais profissionais que garantem a assistência dentro do sistema prisional.

Fonte: Portal A10+ com informações da Sejus


Dê sua opinião:

Fique conectado