Vereador Messias Porteira, de Jaicós-PI, morre após ser esfaqueado em São Paulo - Geral
CRIME

Vereador Messias Porteira, de Jaicós-PI, morre após ser esfaqueado em São Paulo

Ele sofreu um golpe no pescoço e faleceu no hospital


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O vereador João Messias da Costa, conhecido popularmente como Messias Porteira, morreu neste domingo (31) na cidade de Matão, São Paulo, após ser esfaqueado em uma briga. O parlamentar é de Jaicós, Piauí. 

O vereador piauiense foi atingido por uma facada profunda no pescoço, desferida por um homem identificado apenas como Gregório, que também é da cidade de Jaicós, da localidade Pau do Inxuí. Messias perdeu muito sangue, chegou a ser socorrido pelo SAMU em estado grave e faleceu durante uma cirurgia no hospital. 

 

Vereador Messias Porteira, de Jaicós-PI, morre após ser esfaqueado em São Paulo
Reprodução

   

Segundo a polícia, o caso aconteceu por volta das 13h deste domingo (31) no bairro Jardim Popular, onde residem alguns familiares do vereador. 

A suspeita é que Gregório teria uma dívida com Messias e teria se irritado com conselhos dados pelo vereador, atingindo o mesmo com uma facada no pescoço. O suspeito do crime fugiu do local a pé, mas foi preso momentos depois pela Polícia Militar na Avenida Francisco Mastropietro. 

 

O vereador perdeu muito sangue no local, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos
Reprodução
   

Messias tinha 34 anos. Ele deixa a esposa, Maria Sousa, e quatro filhos, sendo dois do atual relacionamento. Ele exercia seu primeiro mandato como vereador em Jaicós,  interior do Piauí.

Segundo a declaração de bens prestada na eleição do ano de 2020, na qual o elegeu vereador, Messias era proprietário de um prédio residencial no Jardim do Bosque, em Matão.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado