Em Teresina, suspeito de aplicar golpes na venda de passagens aéreas é preso; mais de 10 vítimas - Polícia
MILHAS FALSAS

Em Teresina, suspeito de aplicar golpes na venda de passagens aéreas é preso; mais de 10 vítimas

As investigações seguem para saber se ele agia sozinho ou com ajuda de terceiros


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), realizou na manhã desta quarta-feira (13), a prisão de um indivíduo, de iniciais R.C.B.S, suspeito de aplicar golpes na venda de passagens aéreas. A ação ocorreu em uma residência na zona Leste de Teresina. 

Ao A10+, o delegado Humberto Mácola explicou que suspeito de estelionato praticou o crime contra mais de 10 vítimas das cidades de Teresina, Altos, além dos estados de São Paulo e Maranhão. Ele oferecia as passagens através de milhas, onde as pessoas seduzidas pela oferta mais barata, repassam o valor para o criminoso, que não realizava o repasse para as empresas. Com isso, quando chegava o período da viagem, a vítima descobria que não havia passagens comparadas. 

  
Em Teresina, suspeito de aplicar golpes na venda de passagens aéreas é preso; mais de 10 vítimas Divulgação
 
 
 

“Como ele já trabalhou com isso anteriormente, ele aproveitou do conhecimento para fazer o golpe e aí ele fazia essa promessa, não repassava para a empresa e enganava a vítima dizendo que já estava tudo marcado. Mas quando chegava a viagem, não tinha passagem confirmada”, explicou. 

Ainda de acordo com o delegado, outras vítimas ainda podem aparecer. As investigações seguem para saber se ele agia sozinho ou com ajuda de terceiros. R.C.B.S mudava constante de endereço para dificultar o trabalho policial, que se deu com apoio da  da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil do Piauí (DIPC). 

“Outras vítimas podem aparecer. Ele estava sendo procurado com auxílio da diretoria de inteligência; até agora nós sabemos que ele agia só, mas estamos investigando se ele tinha outro parceiro, inclusive dentro das empresas de milhas. Ele estava se escondendo, dormia em vários locais e deu trabalho para nossa equipe”, completa Humberto Mácola . O preso segue à disposição da justiça. 

Polícia prende grupo de estelionatários que aplicava golpes em desempregados no Piauí

Além dessa ação, a delegacia prendeu um grupo criminoso especializado em aplicar golpes em pessoas que estavam desempregadas. À TV Antena 10, o delegado Humberto Mácola explicou que os golpistas se passavam por funcionários da Agespisa e ofereciam vagas de emprego. A vítima passava os dados e meses depois era surpreendida com uma dívida de compra de veículos. Ao todo quatro pessoas foram presas, sendo três empresários. O quinto envolvido está foragido. 

O grupo possuía uma estratégia onde se passavam por engenheiros, vinculavam o nome a Agespisa com intuito de conquistar credibilidade e faziam abordagem em locais seguros. Durante a prisão dos cinco envolvidos, a polícia apreendeu veículos. Ao todo já foram identificados 20 vítimas, porém a polícia acredita que esse número possa ser ampliado.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado