Força Tarefa de Segurança integra operação contra crimes de estelionato - Polícia
ESTELIONATO

Força Tarefa de Segurança integra operação contra crimes de estelionato

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em cinco estados


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Força Tarefa de Segurança Pública no Piauí integrou nesta terça-feira (6) a Operação Arlequim, que investiga crimes de estelionato na modalidade fraude eletrônica. A investigação é realizada pela Polícia Civil do Estado do Pará, com apoio técnico do Ministério da Justiça e Segurança Pública por intermédio do CIBERLAB (Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas).

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Distrito Federal, Ceará, Piauí e Pará. No estado do Piauí, a Força Tarefa cumpre ordem judicial em Parnaíba.

  

Força Tarefa de Segurança integra operação contra crimes de estelionato
Reprodução Redes Sociais
   

As investigações iniciaram a partir de denúncias da habilitação indevida de números telefônicos e aplicativos de mensagens, sem conhecimento ou autorização dos titulares. De posse desses números, os criminosos começaram a enviar mensagens solicitando dinheiro a pessoas próximas, totalizando um prejuízo aproximado de R$ 300 mil reais.

São alvos da operação, além dos fraudadores, indivíduos que alugaram ou emprestaram suas contas bancárias para recebimentos indevidos de valores subtraídos das vítimas.

Os investigados podem ser indiciados pelos crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. O nome da Operação, Arlequim, faz alusão à figura do farsante, impostor que fingindo ser a vítima, solicita valores a pessoas próximas, causando diversos prejuízos.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado