Professor do IFPI é preso por suspeita de importunação sexual contra adolescente em Teresina - Polícia
CRIME

Professor do IFPI é preso por suspeita de importunação sexual contra adolescente em Teresina

Vizinhos relataram à polícia que o suspeito teria tocado na adolescente e tentado beijá-la a força


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um professor do Instituto Federal do Piauí (IFPI), de nome não revelado, foi preso na tarde de segunda-feira (20) em um condomínio no bairro Verdecap, zona Sudeste de Teresina, suspeito de importunação sexual contra uma adolescente de 16 anos. A vítima, segundo a polícia, reside no mesmo local onde o suspeito mora. 

  

Central de Flagrantes de Teresina
Jade Araújo / A10+

   

Vizinhos relataram à polícia que o suspeito teria tocado na adolescente e tentado beijá-la a força por duas vezes. Equipes da PM foram acionadas e o professor foi preso em flagrante. Em nota divulgada à imprensa, o Instituto Federal do Piauí (IFPI) informou que não foi notificado formalmente pelas autoridades competentes, "mas aguardará a conclusão das investigações policiais para que possa tomar as providências cabíveis por se tratar de uma conduta incompatível com o cargo". 

O professor foi encaminhado à Central de Flagrantes e está à disposição da justiça. Ele foi autuado por importunação sexual. 

Veja abaixo a nota do IFPI na íntegra:

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) tomou conhecimento, nesta segunda-feira (20), de um caso de importunação sexual atribuída a um professor da instituição. De acordo com as notícias divulgadas até agora pela imprensa, o ato foi praticado fora da instituição, na esfera privada do docente.

Até o momento, o IFPI não foi notificado formalmente pelas autoridades competentes, mas aguardará a conclusão das investigações policiais para que possa tomar as providências cabíveis por se tratar de uma conduta incompatível com o cargo.

Reforçamos que o IFPI repudia atos de assédio e importunação e ressalta que estas práticas não condizem com as diretrizes da instituição, que preza pela ética, respeito, segurança e pela integridade física e psicológica de todos os seus alunos, servidores e colaboradores.

Reafirmamos o nosso compromisso em combater a naturalização das violências e dos abusos de poder dentro e fora das instituições de ensino.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado