Ciro Nogueira defende união de Sílvio Mendes e Bárbara do Firmino para 2024 - Política
ELEIÇÕES 2024

Ciro Nogueira defende união de Sílvio Mendes e Bárbara do Firmino para 2024

Deputada estadual e ex-prefeito são apontados como os principais pré-candidatos da oposição para disputa municipal


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, falou sobre a necessidade de união entre Bárbara do Firmino (PP) e Sílvio Mendes (União Brasil) para fortalecer a chapa de oposição nas eleições de 2024. Ele afirmou que os dois são os principais pré-candidatos da oposição, mas não deixou claro quem encabeçará a chapa na disputa à Prefeitura de Teresina. 

"Eu prefiro unificar o máximo possível nossos candidatos para ir mais forte até porque pode ter até segundo turno, mas é a minha opinião, não quer dizer que isso vá acontecer. Mas de fato, Silvio e Bárbara têm que marchar unidos nessa campanha. Importante porque seria uma chapa bem vitoriosa. São os dois melhores nomes, temos que ver ainda quem é o cabeça de chave. Se Deus quiser vai ficar no PP (Bárbara). Se Silvio for candidato tem que ser pelo União Brasil. Essa escolha, entre Bárbara e Silvio, faremos somente no segundo semestre", afirma o senador. 

  

Ciro Nogueira, senador da República Jade Araújo / A10+

   

O presidente estadual do PSDB, Luciano Nunes, deixou claro que o partido ainda não tem candidato definido e segue em conversações. Sobre a possibilidade de Bárbara Soares ou Sílvio Mendes se filiarem ao PSDB, Luciano Nunes diz estar aberto e também defende a união de forças. 

"A Bárbara é muito bem vinda, o Silvio Mendes é muito bem vindo, todos aqueles que vierem somar forças com o PSDB são bem vindos. Sobretudo aqueles que tiverem identidade com o partido, agora quanto a melhor estratégia, a definição de candidatura, nosso entendimento é que se dê mais adiante. Hoje nós não temos nenhum candidato da prefeitura e nenhum candidato do PT definidos. O que é oposição e o que vai se definir primeiro? Isso seria entregar o jogo para o adversário. Então até lá, vamos seguir dialogando, conversando, para definir a melhor estratégia no melhor momento", explica. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado