MP e COREN inspecionam HUT e constatam superlotação e insuficiência de medicamentos - Saúde
SAÚDE

MP e COREN inspecionam HUT e constatam superlotação e insuficiência de medicamentos

Além disso, também foram ouvidos relatos de sobrecarga dos profissionais da Enfermagem


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Ministério Público do Piauí (MPPI) e o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (COREN-PI) realizaram inspeção no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) na manhã desta sexta-feira (24) e constataram problemas como superlotação, climatização ineficiente, insuficiência de alguns medicamentos e insumos, além de relatos de sobrecarga dos profissionais da Enfermagem.

Segundo o promotor de Justiça Eny Pontes, chegaram ao MP queixas sobre climatização e falta de medicamentos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital. Ele ainda destacou que a iniciativa visa a contribuir com melhorias na prestação dos serviços de saúde da unidade.  


MP e COREN inspecionam HUT e constatam superlotação e insuficiência de medicamentos
Reprodução

   

Entre os setores inspecionados foram visitados a Sala Verde, o Acolhimento e Classificação de Risco, e a ala de Pediatria. Na ocasião, foram constatados problemas como superlotação da Sala Verde, climatização ineficiente, insuficiência de alguns medicamentos e insumos, além de relatos de sobrecarga dos profissionais da Enfermagem.

Durante a inspeção, o promotor de Justiça Eny Pontes também conversou com pacientes e acompanhantes para ouvir suas necessidades a respeito do atendimento hospitalar. Também foram vistoriadas UTI, Farmácia, Central e Esterilização e clínica ortopédica. Em seguida, foi realizada audiência extrajudicial para debater pontos importantes observados durante a inspeção.

Segundo o MPPI, a equipe do COREN-PI pontuou os aspectos que necessitam de melhoria nos setores vistoriados. Sobre os medicamentos e insumos, a equipe do HUT explicou que o hospital fez levantamento dos itens críticos e irá encaminhar à Fundação Municipal de Saúde (FMS) essa relação, para providências.

De acordo com o MPPI, a regularização depende da tramitação dos processos de licitação ou adesão de ata de registro de preços de outros órgãos para a compra. O diretor Geral do HUT, Élio Rodrigues, ainda frisou que estão em busca de sanar de forma definitiva a situação do desabastecimento.

Ao final da audiência ficou estabelecido que o HUT enviará documentos de escalas, classificação de risco de pacientes, quantidade diária de pacientes, solução imediata da climatização, processos SEI de enfermagem e solicitação de novos profissionais para o setor de triagem.

Outro ponto solicitado foi o acesso ao SEI dos processos de aquisição de medicamentos em falta ou de pequeno estoque. Também foi recomendado a aquisição de bebedouro para a Sala Verde, uma vez que o atual não supre a necessidade pela grande demanda de pacientes e acompanhantes.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado