Agente da Polícia Rodoviária Federal perde cargo após receber propina de R$ 30 - Brasil
DECISÃO

Agente da Polícia Rodoviária Federal perde cargo após receber propina de R$ 30

O ex-servidor público foi flagrado tentando extorquir três caminhoneiros cobrando o valor de R$ 30


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um policial rodoviário federal paraibano, identificado como Francisco Edilson Forte, perdeu seu cargo de servidor público por conta de um suborno de R$ 30. Nesta semana, o ministro Ricardo Lewandowski assinou portaria sobre perda de condição de servidor público federal.

Na época do caso, ele foi filmado tentando extorquir três caminhoneiros abordados em sequência, cobrando o valor de R$ 30 de cada um deles para não aplicar autos de infração em caminhoneiros, em um posto da corporação na Paraíba. 

 

Policial rodoviário federal perde cargo de servidor público por receber propina de R$ 30
 

   

O ex-servidor foi demitido em maio de 2022, depois de um processo administrativo confirmar a ilegalidade, e teve sua pena confirmada em 2023. A portaria que determinou o perda do cargo público foi publicada na terça-feira (04) e assinada pelo ministro Ricardo Lewandowski. 

Na decisão da juíza federal Cristina Mariz Garcez confirma que o agente recebeu o valor de R$ 30. Por causa disso, ele foi condenado a devolver os R$ 30, a pagar a multa civil de R$ 90, perder o cargo público que ocupava na PRF e a perder os direitos políticos por cinco anos. Ele ainda precisou arcar com o pagamento das custas processuais e de honorários advocatícios no valor de R$ 2 mil.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado