Destroços do helicóptero sumido há 12 dias são achados na região de Paraibuna, em São Paulo - Brasil
BRASIL

Destroços do helicóptero sumido há 12 dias são achados na região de Paraibuna, em São Paulo

Águia da Polícia Militar localizou a aeronave na manhã desta sexta-feira (12); não se sabe se há sobreviventes


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 12h33)

O Helicóptero Águia da Polícia Militar localizou na manhã desta sexta-feira (12) a aeronave com quatro tripulantes que estava desaparecida desde o dia 31, quando decolou do Campo de Marte, em São Paulo, rumo a Ilhabela, no litoral norte. As vítimas foram encontradas mortas. 

As buscas começaram no dia 1º e, desde então, familiares acompanham o Corpo de Bombeiros. Alguns chegaram a entrar na mata, que é bem fechada, com a ajuda de cães farejadores. 

  

Destroços do helicóptero sumido há 12 dias são achados na região de Paraibuna, em São Paulo
Reprodução/Twitter @PMESP

   

Os destroços foram localizados na região de Paraibuna, no Vale do Paraíba, onde o helicóptero fez um pouso forçado, antes de decolar novamente. Estavam a bordo Luciana Marley Rodzewics Santos, de 46 anos, e Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 — mãe e filha, respectivamente —, além de Raphael Torres, um amigo, e do piloto, Cassiano Tete Teodoro.

Os quatro passageiros do helicóptero foram encontrados mortos em meio aos destroços da aeronave, informou a Polícia Militar. Nove agentes especializados da equipe de resgate desceram de rapel ao local, devido à dificuldade de acesso à mata fechada.


Foi Torres quem chamou o grupo para viajar, na véspera do Ano-Novo. A ideia era ir até Ilhabela e voltar no mesmo dia, o que acabou não acontecendo.

Letícia chegou a mandar uma mensagem ao namorado dizendo que o piloto havia mudado a rota por causa do tempo ruim. Depois disso, o sinal do celular de Luciana foi captado pelos bombeiros por um dia inteiro, mas a mata fechada e as condições climáticas dificultaram o trabalho das equipes de resgate.


Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado