Piauí apresenta a 2ª maior taxa de analfabetismo do Brasil, diz IBGE; 6 municípios estão na lista - Cidades
CENSO

Piauí apresenta a 2ª maior taxa de analfabetismo do Brasil, diz IBGE; 6 municípios estão na lista

O município de Floresta do Piauí aparece como a segunda maior taxa de analfabetismo do país, com 34,68%


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Piauí apresentou a segunda maior taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais de idade entre as unidades da federação, com seis municípios entre as maiores taxas. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta sexta-feira (17), apontam que no estado 446 mil de pessoas não sabem ler e escrever. 

  

Ranking divulgado pelo IBGE Reprodução

   

De acordo com o Censo, o município de Floresta do Piauí aparece como a segunda maior taxa de analfabetismo do país, com 34,68%, sendo superado apenas pelo município de Alto Alegre, em Roraima, que registrou 36,81%. 

  

Piauí apresenta a 2ª maior taxa de analfabetismo do Brasil; com seis municípios na lista
IBGE

   

Os outros municípios com as maiores taxas de analfabetismo são: Aroeiras do Itam, com 34,63%; Massapê do Piauí, com 34,30%; Paquetá, com 34,28%; Padre Marcos, que registrou 4,01% e Alagoinha do Piauí, com 33,61%. 

Entre as capitais, Teresina obteve a segunda maior taxa de pessoas analfabetas com 7,12%, uma redução de 21,9% em relação ao Censo de 2010. A taxa de analfabetismo de Teresina ficou abaixo da taxa registrada para o Piauí, que foi de 17,23%, e um pouco acima da média registrada para o Brasil, que foi de 7,0%.

Considerando as capitais brasileiras, Teresina apresentou a segunda maior taxa de analfabetismo entre a população acima de 15 anos, ficando abaixo apenas da capital de Alagoas, Maceió, com 8,42%. As capitais com menores taxas foram Florianópolis, com 1,36%, Curitiba (PR), com 1,53% e Porto Alegre, que registrou 1,74%.

  

Teresina apresentou a segunda maior taxa de analfabetismo entre a população acima de 15 anos
IBGE

   

Os resultados do Censo Demográfico 2022 mostram ainda que no Piauí havia 2,58 milhões de pessoas de 15 anos ou mais de idade, das quais 2,14 milhões sabiam ler e escrever, e cerca de 446 mil pessoas não sabiam. A partir desses totais populacionais, a taxa de alfabetização foi de 82,77% em 2022 e, consequentemente, a taxa de analfabetismo foi de 17,23%. 

Com esses números, a taxa de alfabetização do Piauí foi a segunda menor dentre as unidades da federação, e a taxa de analfabetismo, em consequência, a segunda maior do país. No Piauí, em 2010, a taxa de alfabetização havia sido de 77,07%, tendo passado para82,77% em 2022, um aumento de 7,4% na proporção de pessoas alfabetizadas no estado. A taxa de analfabetismo, que havia sido de 22,93% em 2010, passou para 17,23% em 2022, queda de 24,86% na proporção de pessoas analfabetas.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado