TRANSPORTE PÚBLICO

Prefeitura vai liberar R$ 2,5 milhões para pagar 13º e evitar nova paralisação dos ônibus

Setut alegou que não teria condições de pagar a 1ª parcela do 13º salário aos motoristas e cobradores


Membros da Prefeitura de Teresina se reuniram nesta sexta-feira (25) com empresários do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) e do Sindicato dos trabalhadores de Transportes Rodoviários (Sintetro) para resolver o impasse sobre o pagamento da 1ª parcela do 13º dos trabalhadores. Com isso, a paralisação que poderia acontecer foi descartada.

O vice-presidente do Setut, Marcelino Lopez, confirmou que a prefeitura se comprometeu em repassar R$ 2,5 milhões até a próxima terça-feira (29) para pagar o 13º dos trabalhadores. O sindicato havia relatado que não tinha condições de pagar o benefício a categoria.

  

Prefeitura vai liberar R$ 2,5 milhões para pagar 13º e evitar nova paralisação dos ônibus Reprodução

   

"Temos o prazer de dizer que tivemos uma rodada boa de conversa com a Strans, Sintetro, com a mediação do TRT, e chegamos ao que a gente sempre vem dizendo. A prefeitura já se comprometeu em repassar até terça o valor que seria suficiente para cobrir o valor da 1ª parcela do 13º dos colaboradores”, disse Marcelino Lopes à TV Antena 10.

O presidente do Sintetro-PI, Antônio Cardoso, afirmou ao A10+ que não ficou nada acertado sobre a convenção da categoria, mas destacou que o fato de terem garantido o 13º salário já é o primeiro passo.

Na terça-feira (22) o Setut anunciou que o pagamento da primeira parcela do 13º dos trabalhadores, prevista para ser paga até dia 30 de novembro, não seria efetuado por falta de verbas. Com o anúncio, os  motoristas ameaçavam fazer uma nova greve, mas o movimento foi adiado por tempo indeterminado.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: