Rendimento médio mensal da população do Piauí aumenta 37% em 11 anos; maior crescimento do país - Economia
LEVANTAMENTO

Rendimento médio mensal da população do Piauí aumenta 37% em 11 anos; maior crescimento do país

Dados ainda apontam que nos últimos anos no estado também cresceu a concentração de renda


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados do rendimento médio mensal real da população piauiense em 2023. Os dados mostram que a renda média é de R$ 2.145, o maior valor real da série histórica desde 2012.

Segundo o IBGE, o levantamento inclui dados relativo ao rendimento percebido de todas as fontes, como rendimento do trabalho e de outras fontes, benefícios sociais do governo, aposentadoria/pensão, aluguéis, dentre outros. Comparando o rendimento médio mensal real de 2023 com o registrado em 2012, que foi de R$ 1.560,00, o crescimento real no rendimento é de 37%, o maior registrado no país neste período.

  
Dinheiro
Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
 
 
 

No Brasil, no período de 2012 a 2023, 19 unidades da federação apresentaram crescimento no rendimento médio mensal real, relativo ao rendimento de todas as fontes, enquanto 8 unidades apresentaram redução.

Na sequência do Piauí, os estados que apresentaram maior crescimento do rendimento médio mensal real foram a Paraíba, com 25,15%, e o Rio Grande do Norte, com 21,86%. Os estados que apresentaram maior queda no rendimento médio mensal real foram Pernambuco, com – 12,14%, e o Acre, com – 10,12%. Na série histórica, o Brasil apresentou um crescimento do rendimento médio mensal real da ordem de 4,67%, quase 8 vezes menor que o registrado pelo Piauí no mesmo período.

Cresce a concentração de renda no Piauí nos últimos anos

Os dados também apontaram um crescendo da concentração do rendimento médio mensal real domiciliar percapita no estado, medida pelo índice de Gini. Esse indicador aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos.

Numericamente, esse indicador varia de zero a um, onde o valor “zero” representa uma situação de igualdade, ou seja, todos teriam a mesma renda, e o valor “um” no extremo oposto, é aquele onde teoricamente uma única pessoa deteria toda a riqueza.

Com isso, os indicadores mostraram que nos últimos quatro anos o índice de concentração do rendimento médio mensal real domiciliar percapita no Piauí vem crescendo, tendo passado de um índice de Gini de 0,474 em 2020, que foi inclusive o menor da série histórica, para um índice de 0,552 em 2023, o maior da série histórica, e o segundo maior do país, ficando atrás apenas da Paraíba, com um indicador de 0,559. São informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) do IBGE.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado