Ministro anuncia prorrogação das inscrições para o Enem 2024 até a próxima sexta (14) - Educação
ADIAMENTO

Ministro anuncia prorrogação das inscrições para o Enem 2024 até a próxima sexta (14)

Interessados devem acessar a Página do Participante e utilizar a conta gov.br; taxa custa R$ 85 e pode ser paga no cartão, Pix ou boleto


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou por meio de suas redes sociais, na noite desta sexta-feira (7), que o prazo para inscrição no Enem 2024 (Exame Nacional do Ensino Médio) foi prorrogado até as 23h59 da próxima sexta-feira (14). O intuito da medida, segundo Santana, é ‘ampliar ainda mais as oportunidades para que os jovens façam o Enem’. O prazo vale para todo o Brasil, e alunos que estão concluindo o ensino médio na rede pública têm direito à isenção da taxa de inscrição.

  

Ministro da Educação, Camilo Santana
Jade Araújo / A10+
   

Leia a seguir a íntegra do comunicado publicado por Camilo Santana.

‘Informo que as inscrições para o Enem 2024 estão prorrogadas para todo o Brasil. Os interessados podem se inscrever até a próxima sexta-feira, 14 de junho, 23h59.

Com essa decisão, nós queremos ampliar ainda mais as oportunidades para que os jovens façam o Enem. Estudantes do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil agora têm mais uma semana para se inscrever pela Página do Participante. Os concluintes do ensino médio em escola pública não pagam taxa de inscrição.

Nosso último balanço revela que estados como Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe já estão com praticamente 100% dos seus concluintes da rede pública de ensino médio inscritos no Enem. Mesmo no Rio Grande do Sul, já temos mais de 70% dos formandos da rede pública inscritos.

O Enem é a principal porta de entrada para a graduação e garantir a maior participação possível dos jovens é bom para o Brasil.’

Como se inscrever

Os interessados devem acessar a Página do Participante e utilizar a conta gov.br. A taxa custa R$ 85 e pode ser paga no cartão de crédito ou débito, por Pix ou boleto. As provas vão ser aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

As autoridades alertam para possíveis golpes envolvendo os valores, por isso, o participante deve conferir os dados antes de realizar qualquer operação financeira. Em um dos casos, os bandidos criaram um site falso para inscrições no exame, direcionando estudantes a uma página similar à original. Um adolescente e sua mãe caíram no golpe ao realizar o pagamento da taxa via Pix.

O site foi retirado do ar após o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) denunciar o caso à Polícia Federal. A família foi orientada por um advogado sobre o crime de estelionato cometido pelos golpistas.

Para os moradores do Rio Grande do Sul, o prazo será estendido, mas o Inep ainda não divulgou as datas. Além disso, a população de municípios gaúchos têm isenção da taxa de inscrição.

Treineiros

As participações de inscritos no modo “treineiro” são apenas para a autoavaliação dos conhecimentos e não podem ser utilizadas para a disputa de vagas no ensino superior.

Desde 1998

A prova existe desde 1998 e avalia o desempenho escolar dos estudantes após o término da educação básica. As notas da avaliação podem ser utilizadas no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e no ProUni (Programa Universidade para Todos), além de instituições privadas e de outros países de língua portuguesa que tenham acordos com o Brasil.

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado