Litígio: Exército Brasileiro apresenta cinco opções de divisas entre o Piauí e Ceará; confira! - Geral
LITÍGIO TERRITORIAL

Litígio: Exército Brasileiro apresenta cinco opções de divisas entre o Piauí e Ceará; confira!

Estados disputam uma área de terras que fica na Serra da Ibiapaba e envolve 13 municípios cearenses e nove piauienses


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Exército Brasileiro apresentou nesta sexta-feira (28) o laudo pericial sobre a área de litígio territorial entre o Piauí e Ceará, que disputam cerca de 3 mil km² entre os dois estados. A disputa, que tramita como forma de ação desde 2011, pode chegar a um fim no Supremo Tribunal Federal (STF). O relatório elencou cinco possibilidades de divisas, com ‘vantagens e desvantagens’. Os estados disputam uma área de terras que fica na Serra da Ibiapaba e envolve 13 municípios do Ceará e nove do Piauí. 

O laudo apresenta mapas históricos, decretos imperiais, além de visitas de campo na área pelos estados. Tudo isso servirá de base para o voto da ministra Cármen Lúcia, relatora do caso. De acordo com o Exército, cada possibilidade possui uma origem diferente, como forma de tentar embarcar o máximo de soluções possível para a resolução do litígio, que perdura por ao menos 260 anos.

  

Litígio PI e CE
Ascom/ Governo do Ceará

   

Após estudos e análise de 90 documentos cartográficos, dentre mapas históricos, cartas e bases vetoriais produzidos entre 1760 e 2022, o Exército diz que "não foi possível definir a localização exata da linha de divisa entre os dois Estados".

“Cada uma delas possui vantagens e desvantagens, que foram analisadas com base nos dados levantados no terreno pela equipe da Perícia e nos dados censitários do Censo do IBGE 2022. Por fim, entende-se que a solução das Regiões Complementares deve ser adotada em conjunto com a das Áreas de Litígio, de forma a criar e manter as condições necessárias para o crescimento da região”, pontua o Exército. 

Nove cidades piauienses podem ser afetadas por conta do litígio. O Ceará reivindica a posse territorial total dos municípios piauienses de Cocal e Milton Brandão e a posse parcial de outras 7 cidades.

Depois de verificar todas as anexos e documentos, o Exército afirmou que não foi possível determinar o ponto exato da fronteira entre as duas unidades federativas. O laudo será encaminhado à ministra Carmem Lúcia para embasar o julgamento da ação.

Entenda

Em 2011, o Piauí iniciou uma Ação Cível Originária no Supremo Tribunal Federal (STF) pleiteando áreas de municípios cearenses. O território em questão abrange 13 municípios, dos quais oito estão na Serra da Ibiapaba, totalizando quase 3 mil quilômetros quadrados (km²). O processo está sob a relatoria da ministra Cármen Lúcia. O Estado do Ceará compreende que os principais afetados com qualquer decisão serão as pessoas que vivem na região do litígio.

  

Litígio de limites entre Ceará e Piauí
Reprodução/ Wikipédia

   

Fonte: Portal A10+ com informações da Folha de São Paulo


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado