No Piauí, operário morre soterrado em reservatório de soja após tentar ajudar colega - Geral
ACIDENTE DE TRABALHO

No Piauí, operário morre soterrado em reservatório de soja após tentar ajudar colega

O caso aconteceu em uma misturadora de grãos localizada no município de Uruçuí


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um operário identificado como Francisco Pereira  Alves, de 46 anos, morreu vítima de soterramento em um silo de soja, utilizado para armazenagem de grãos, após tentar ajudar um colega de trabalho que havia se acidentado na estrutura. O caso aconteceu no último sábado (09), em uma misturadora de grãos localizada no município de Uruçuí, no Sul do Piauí.

Em entrevista ao A10+, o delegado Wanderlan, da delegacia seccional de Uruçuí, explicou que a perícia compareceu ao local para os procedimentos cabíveis. Segundo ele, a linha de investigação até o momento é de acidente de trabalho, mas outras pessoas ligadas ao fato e a empresa estão sendo ouvidas.

  

No Piauí, operário morre soterrado em reservatório de soja após tentar ajudar colega Reprodução/ Blog da Aegro

   

“Teve um primeiro acidente e os trabalhadores foram socorrer um operário, quando um segundo acidente vitimou o trabalhador. A perícia compareceu e o corpo foi encaminhado e analisado ao médico legista. A princípio estamos trabalhando com acidente de trabalho, mas a gente vai coletar mais informações. Vamos ouvir mais funcionários, técnicos de segurança da empresa”, disse.

Para a reportagem, o delegado revelou que a causa mortis, conforme o laudo, foi por asfixia mecânica, sufocação direta e obstrução das vias aéreas, em decorrência de soterramento. “Tanto por obstrução, tanto pelo peso dos grãos sob o tórax da vítima”, completou Wanderlan.

A Polícia Civil segue investigando o caso. 

Fonte: Portal A10+ com informações da Polícia Civil


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado