DADOS

Restaurante Popular de Teresina triplica número de refeições oferecidas nos últimos 10 meses

Aumento é reflexo da flexibilização do comércio diante da pandemia da Covid-19


A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) registrou, de janeiro a outubro deste ano, um aumento de 299% na oferta de refeições do Restaurante Popular de Teresina, comparado ao mesmo período do ano passado. Este número corresponde às refeições oferecidas ao público em geral e a população em situação de rua.

Os dados apontam que, de janeiro a outubro deste ano, foram ofertadas 235.774 refeições. Já de janeiro a outubro do ano passado, foram contabilizadas 78.319 refeições.

  

Restaurante Popular de Teresina triplica número de refeições oferecidas nos últimos 10 meses
Semcaspi
  

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, o aumento no número de refeições ofertadas é reflexo da flexibilização do comércio diante da pandemia da Covid-19.

“Apesar do público ser bem variado, vai desde pessoas que vêm de suas casas, em bairros mais distantes, à população em situação de rua. Além dos próprios comerciantes do Centro da Capital. A gente percebe este aumento, especialmente, após as lojas voltaram a funcionar normalmente, consequentemente, o público na região aumentou. A procura tem sido grande não apenas pelo preço da refeição, que é R$ 2,00, mas principalmente, pela qualidade da refeição”, explicou o secretário.

Ítalo Vieira, coordenador do Restaurante Popular de Teresina, conta que há uma preocupação na escolha dos alimentos e no preparo.

“Contamos com uma equipe de profissionais qualificados. Que atuam desde a seleção do alimento, no condicionamento, no preparo e na própria distribuição. A escolha do cardápio é pensada nos pratos típicos da região, adequando a uma alimentação saudável e balanceada. Distribuímos com a refeição, salada, fruta e até suco”, pontuou.

POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA

Além das demandas de vendas no valor de R$ 2,00, o Restaurante Popular de Teresina oferece refeições gratuitas para a população em situação de rua, assistida pelo Centro de Valorização para População em Situação de Rua e referenciada pela gerência do Centro Pop.

Os dados do Restaurante Popular de Teresina apontam também um aumento na oferta de refeições para a população em situação de rua, de janeiro a outubro deste ano, foram 9.511 refeições oferecidas; já no mesmo período do ano passado, este número foi inferior, somando um total de 7.313.

“Este aumento também nas refeições oferecidas pela população em situação de rua é um reflexo principalmente da adesão aos nossos serviços. Como o atendimento que a assistência social presta a este público não pode e não deve ser coercitivo, cabe aos agentes de proteção social (APS) sensibilizar e informar para eles sobre os serviços que eles têm direito”, destacou, Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: