MAUS-TRATOS

Homem é investigado por suspeita de estuprar o próprio cachorro em Teresina

Caso está sendo investigado pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente


Um homem não identificado está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), por suspeita de estupro contra um cachorro. Ao A10+, o delegado Emir Maia conta que inicialmente o cachorro foi encaminhado ao Hospital Universitário de Teresina (HVU) pelo próprio dono com ruptura anal. Dias depois, o homem voltou a levar o cachorro ao hospital e a DPMA iniciou as investigações do caso. 

  

Cachorro dá entrada em hospital com sinais de maus-tratos
divulgação/ DPMA

   

''Esse cachorro deu entrada há uns 20 dias no Hospital Universitário com essa ruptura anal, do reto. Houve uma primeira desconfiança sobre ele, a veterinária me ligou, nós requisitamos o exame pericial, mas deu negativo e ficou de sobreaviso. Como foi o próprio tutor que levou tudo a veterinária não quis acreditar que fosse ele. Está semana ele voltou com o cachorro novamente, dessa vez com uma nova ruptura", explica.

O delegado detalha ainda que foi realizada a coleta do sêmen do homem para análise no laboratório do DNA. "Já há outros indícios que realmente o cachorro está sendo negligenciado. Ele (o dono) será indiciado por maus tratos, o cachorro foi apreendido já foi entregue para ser adotado por um dono provisório'', comenta.

O cachorro também foi diagnosticado com erliquiose, doença do carrapato. O tutor do animal não foi preso em flagrante, mas o delegado garante que ele ainda poderá responder pelo crime de maus-tratos. Ao final das investigações será remetido um inquérito para justiça

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: