Homem é morto a facadas no Piauí; principal suspeito do crime já havia sido esfaqueado pela vítima - Polícia
CRIME

Homem é morto a facadas no Piauí; principal suspeito do crime já havia sido esfaqueado pela vítima

Segundo a polícia, o suspeito do crime, que foi preso, já tinha uma rixa com a vítima


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um homem identificado como Luciano da Silva, de 44 anos, foi morto a facadas na madrugada desta terça-feira (04), no município de Oeiras, no Sul do Piauí. O principal suspeito foi preso e confessou o crime. Ele já teve uma rixa antiga com a vítima, onde chegou a ser esfaqueado por ele. 

O A10+ apurou que por volta das 04h50, a Polícia Militar foi acionada e localizou a vítima caída ao chão, sangrando muito e com faca usada no crime encontrava por baixo do corpo. O local foi isolado e as equipes iniciaram diligências. 

  

Homem é assassinado a facadas no interior do Piauí; suspeito é preso e confessa o crime Divulgação/ PM

   

Em seguida, uma mulher informou para os policiais que morava com a vítima e que o suspeito do crime, Francisco Pereira da Costa, invadiu a residência em que moravam e havia tentado importuná-la sexualmente enquanto dormia, porém, ela acabou acordando e travou luta corporal com o homem, que ainda desferiu um soco em seu maxilar. O fato teria ocorrido por volta das 3h30 da madrugada. 

Com isso, a Luciano acordou e segundo o relato da mulher, ele saiu de casa em busca do agressor informado que o fato seria “cobrado”. Para a reportagem, a Polícia Civil de Oeiras informou que Luciano já tinha esfaqueado Francisco em outra situação. Além disso, ele já tem passagens por agredir a companheira por lesão, vias de fato, furto, tentativa de homicídio e atualmente estava usando tornozeleira eletrônica. Uma segunda pessoa chegou a ser conduzida na situação, mas foi liberado.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado