Homem preso pela PF teria violentado crianças e até filho adotivo em Teresina, aponta investigação - Polícia
POLÍCIA FEDERAL

Homem preso pela PF teria violentado crianças e até filho adotivo em Teresina, aponta investigação

O preso armazenava, compartilhava e até registrava os estupros de crianças, segundo a Polícia Federal. Quatro vítimas foram resgatadas


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O alvo da Operação Carcará 1 em Teresina, deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (15), é suspeito de cometer abusos sexuais contra crianças e adolescentes mediante aproximação com o seu filho adotivo, segundo as investigações. A ação visava proteger vítimas de abuso sexual infantil, ao interromper crimes de armazenamento, difusão, produção de arquivos digitais com conteúdo sexual infantojuvenil por meio da Internet e de estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia Federal, ele fazia convites para assistir TV e jogar videogame, além de dar presentes para as vítimas. As investigações indicam ainda que o investigado violentava até mesmo o filho adotivo. Ao longo dos últimos anos, o preso armazenou, compartilhou e produziu vídeos e imagens de conteúdo de violência sexual infantojuvenil, inclusive registrando os estupros de crianças. 

  

Abuso sexual infantil Foto ilustrativa
   

Equipes de Policiais Federais prenderam o investigado na manhã desta quarta-feira, e, por meio da medida, conseguiram resgatar quatro crianças, incluindo o filho dele, da situação de vulnerabilidade que se encontravam em relação ao acusado. As vítimas identificadas até o momento foram encaminhadas aos órgãos de proteção a crianças e adolescentes.

A Operação Carcará 1 é quarta operação de combate ao abuso sexual infantojuvenil realizada no mês de maio pela Polícia Federal no Piauí. Neste mês, acontece a campanha nacional Maio Laranja que visa combater o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Durante o mês de maio, a cor laranja simboliza esta luta incansável e necessária na proteção de crianças e adolescentes.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado