Polícia desmonta depósito de drogas e munições em Timon; advogado é preso - Polícia
APREENSÃO

Polícia desmonta depósito de drogas e munições em Timon; advogado é preso

Policiais apreenderam uma grande quantidade de maconha, skunk, crack e cocaína


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Operação deflagrada pela Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), em parceria da Depre e da Feisp, na tarde desta sexta-feira (17), desmontou um depósito de drogas e prendeu duas pessoas na zona Rural de Timon. Um dos presos é um advogado de São Paulo.

Segundo informações do delegado Anchieta Nery, diretor de inteligência da SSP-PI, as investigações que levaram a localizar o depósito de drogas decorreu do monitoramento de pessoas envolvidas em mortes que aconteceram no Estado, relacionadas a cobranças de dívidas do tráfico de drogas. Além das drogas, foram encontradas munições e armas de fogo.

 

Operação desmonta depósito de drogas e munições na zona rural de Timon
Divulgação/ SSP

 

"Começamos a monitorar algumas pessoas e locais e hoje foi deflagrada uma operação e cumpridas algumas buscas, dentre elas em um sítio na cidade de Timon, onde a equipe da Secretaria de Segurança conseguiu localizar muita droga, armas de fogo e um depósito de munições de uma facção criminosa com atuação no Brasil", disse. 

De acordo com a SSP, entre os entorpecentes foram apreendidos uma grande quantidade de maconha, skunk, crack e cocaína. Duas pessoas também foram presas em flagrante, entre elas um advogado natural de São Paulo, a identidade dele não foi revelada. O superintendente de Operações Integradas da SSP-PI, Matheus Zanatta, também esclareceu que veículos, prensas e várias balanças de precisão também foram apreendidas. 

 

Operação desmonta depósito de drogas e munições na zona rural de Timon
Divulgação/SSP

 

“Foram apreendidas prensas, várias balanças de precisão, duas armas de fogo, sendo uma pistola e um revolver, e apreendidos dois veículos. Neste momento, o material está sendo trazido para Teresina, bem como os presos, para serem confeccionados os autos de prisões em flagrante”, destacou. 

A Secretaria de Segurança Pública destacou que as investigações vão continuar para localizar os responsáveis pelos crimes.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado