Polícia indicia empresário por homicídio doloso após atropelar casal e não prestar socorro no Piauí - Polícia
CRIME

Polícia indicia empresário por homicídio doloso após atropelar casal e não prestar socorro no Piauí

O caso ocorreu em maio deste ano na BR-407, em Picos; as vítimas faleceram ainda no local do acidente


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Polícia Civil do Piauí concluiu o inquérito que investigou a morte do casal José Ivan e Rafaela Pinheiro, atropelados por um empresário, que não teve a identidade revelada, na BR 407, em Picos, no Piauí, no dia 26 de maio. De acordo com a delegada Laura Carneiro, o empresário foi indiciado pelo crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar, com omissão de socorro com o resultado morte.  

Casal fica gravemente ferido após colidir com carro que invadiu pista e trafegava na contramão no PI
Divulgação

   

"O inquérito está muito técnico, não só na questão testemunhal como nas provas. A perícia nos mostra que a colisão ocorreu na mão contrária, onde o motociclista vinha com a esposa, foram arremessados a uma distância gigantesca. Um local extremamente difícil. Ele andou aproximadamente 200 m até o carro parar. Ao que tudo indica foi uma ultrapassagem que ele tentou fazer e colidiu com a motocicleta", explicou a delegada.

De acordo com a polícia, após o acidente, o empresário exerceu o direito de permanecer em silêncio. Ao todo, 23 testemunhas foram ouvidas durante as investigações. O pedido de prisão preventiva foi negado pela justiça, mas o empresário passa por cautelares como pagamento de fiança, suspensão da habilitação por 12 meses além da impossibilidade de se ausentar da comarca. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público que vai avaliar o oferecimento ou não de denúncia à justiça. 

Entenda o caso

José Ivan e Rafaela Pinheiro estavam em uma motocicleta quando colidiram frontalmente com um carro. No dia do acidente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apurou que o empresário, que estava em um carro, teria invadido a pista e estava trafegando na contramão. Ele dirigia sob o efeito de álcool chegando a fugir do local do acidente sem prestar socorro. 

De acordo com a polícia, José Ivan morreu ainda no local. Rafaela Pinheiro teve a perna decepada, chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional Justino Luz para o devido atendimento médico, mas morreu horas depois.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Eleições nos Estados Unidos: você acha que Joe Biden tem condições de disputar a reeleição

ver resultado