Preso pelo BEPI é um dos suspeitos de atirar contra equipe do SAMU em Teresina - Polícia
PRISÃO

Preso pelo BEPI é um dos suspeitos de atirar contra equipe do SAMU em Teresina

Além disso, o preso é suspeito de homicídio, tráfico de drogas, e envolvimento com facção criminosa.


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Francisco Isac Fontenele Noronha da Silva, 23 anos, preso pelo Batalhão Especial de Policiamento do Interior (BEPI) nessa quarta-feira (15), é um dos suspeitos de ter atirado contra uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), durante um atendimento em julho do ano passado. A informação foi confirmada ao A10+ pelo Tenente-coronel Alves, comandante do batalhão.

Além disso, o preso é suspeito de homicídio, tráfico de drogas, e envolvimento com facção criminosa. Segundo o BEPI, e equipe estava em rondas de rotina na zona Sudeste de Teresina, quando se deparou com o indivíduo. 

  

Homem preso pelo BEPI
Divulgação

   

Com ele, os policiais encontraram dois celulares com restrição de roubo, um cartão de banco e R$ 200. Francisco foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina para os devidos esclarecimentos.

Relembre o caso

Um homem identificado como Cícero Pereira Lima Neto, 22 anos, foi baleado na noite do dia 15 de julho no bairro Vamos Ver o Sol, zona Sul de Teresina. Após o caso, a vítima foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Minutos depois, criminosos que tentaram matar o homem efetuaram mais disparos de arma de fogo atingindo profissionais que realizavam o resgate do jovem ainda na rua. 

Uma enfermeira e o condutor da ambulância foram baleados. A mulher foi encaminhada para um hospital particular e Cícero deu entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em estado grave. Ele usava uma tornozeleira eletrônica. 

 

Enfermeira do Samu baleada durante resgate de paciente recebe alta em Teresina; motorista segue internado
Reprodução

   

O A10+ apurou ainda que a equipe estava colocando a vítima na prancha quando passou uma moto e os criminosos efetuaram cerca de quatro disparos na direção da equipe. O condutor da ambulância, identificado apenas como Anderson, teve fratura exposta e passou por cirurgia. Já a enfermeira, identificada como Laurimary Caminha, foi baleada na perna.

Fonte: Portal A10+ com informações da PMPI


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado