Suspeito de assassinar a própria companheira dentro de casa com espeto de madeira é preso no Piauí - Polícia
CONFESSOU O CRIME

Suspeito de assassinar a própria companheira dentro de casa com espeto de madeira é preso no Piauí

Na época, o velório da mulher foi interrompido após notarem marcas de violência em seu corpo e manchas de sangue na parede da residência do casal


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Polícia Civil Piauí, através da Delegacia da cidade de Cocal, no Norte do Piauí, realizou nesta terça-feira (06), a prisão preventiva de Paulo Rodrigues da Silva, conhecido como "Bonier", de 45 anos, apontado como o principal suspeito do assassinato de sua esposa, Marlene Francisca da Silva, conhecida como "Neguinha", de 59 anos. O crime foi registrado na madrugada do dia 15 de novembro de 2023, no imóvel em que residiam, situado no povoado Campestre dos Tunicos, zona rural do município.

Na época, o velório da mulher foi interrompido após notarem marcas de violência em seu corpo e manchas de sangue na parede da residência do casal. De acordo com o laudo do médico legista, Marlene Francisca foi perfurada possivelmente com um espeto de madeira no centro tendíneo do períneo (entre a vagina e o ânus). 

  

Paulo Rodrigues da Silva, conhecido como "Bonier", de 45 anos Reprodução
   

O trabalho investigativo da Polícia Civil, somado com as provas do Núcleo Macrorregional de Polícia Técnico-Científica da cidade de Parnaíba, reuniram provas, que ao serem confrontadas com o principal suspeito, ele acabou entrando em contradição e posteriormente assumindo a autoria, que resultaram em um embasamento sólido para justificar a decretação de sua prisão preventiva. Ele alegou que teria sido motivado por ciúmes, após ter descoberto uma suposta traição da vítima. 

O Delegado Dr. Mayson Soares, que preside o inquérito policial, concedeu uma entrevista ao Blog do Coveiro, parceiro do A10+, destacando a seriedade e o comprometimento de sua equipe de investigação em esclarecer o crime e levar o responsável ao crivo da Justiça. Após o cumprimento da ordem judicial, o acusado foi encaminhado para a Penitenciária Mista de Parnaíba, onde ficará recluso à disposição do Judiciário.

A desconfiança que gerou a investigação 

A suspeita em torno de seu nome na morte da mulher surgiu quando as filhas de Marlene desconfiaram que ele não havia notificado nenhuma autoridade ou unidade médica sobre o falecimento da vítima.

Ao ver o corpo de Marlene, as filhas então identificaram as marcas no corpo da vítima e decidiram chamar a polícia. O velório foi organizado pelo homem, que na hora da chegada dos policiais, não estava no local. Ele chegou a se apresentar espontaneamente em novembro do ano passado, negando as acusações. 

  

Velório interrompido e marido suspeito: perícia constata que mulher foi assassinada no Piauí Blog do Coveiro
  

Fonte: Portal A10+ com informações da PCPI


Dê sua opinião:

Fique conectado