Após incêndio, FMS inicia reforma setorial do Hospital do Dirceu II - Saúde
REFORMA

Após incêndio, FMS inicia reforma setorial do Hospital do Dirceu II

Obras iniciaram na terça-feira (28) e o foco será nas instalações elétricas do local


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Nove dias após do incêndio que atingiu uma sala do Hospital do Dirceu II, localizado na zona Sudeste de Teresina, no dia 19 de março, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou nesta terça-feira (28) as obras de recuperação das instalações do hospital. Segundo a FMS, a reforma será feita de forma setorizada, com foco nas instalações elétricas. A intenção é que o primeiro setor a ser entregue seja o de enfermaria, além dos repousos, setor de nutrição e farmácia. 

A paciente Rosa Maria de Sousa, 79 anos, faleceu na manhã de segunda-feira (20) em Teresina. Ela estava internada no Hospital do Dirceu II, que incendiou no domingo (19), foi transferida para o Hospital Universitário, mas não resistiu. Ao A10+, uma irmã da vítima relatou que a idosa morreu porque, segundo a família, inalou muita fumaça. 

  

Após incêndio, FMS inicia reforma setorial do Hospital do Dirceu Reprodução
   

A irmã contou que a idosa deu entrada no hospital do Dirceu II com uma crise de pressão alta e se recuperava bem. Quando o incêndio iniciou amigos e familiares relataram que tiveram que tirar a paciente da unidade de saúde e ela foi encaminhada para o HU em estado grave, vindo a óbito nesta manhã (20). 

A principal suspeita é que o fogo teria começado após curto-circuito em um ar-condicionado na sala de repouso dos funcionários. O fogo não se alastrou para outras salas da unidade de saúde, apenas a fumaça, que acabou assustando moradores e pacientes que estavam no local. 

De acordo com o comandante Socorro, o incêndio foi contido, embora ainda apresentasse muita fumaça e fuligem, onde as equipes de Resgate e Salvamento iniciaram aberturas de portas, janelas e basculantes para aumentar a ventilação. Todos os pacientes foram removidos para a área externa do hospital e as equipes do SAMU e a ambulância de resgate do Corpo de Bombeiros fizeram o deslocaram para outros hospitais para serem atendidos.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado