UTI do Hospital de Campo Maior atendeu quase 500 pacientes em um ano de funcionamento, afirma Sesapi - Saúde
SAÚDE

UTI do Hospital de Campo Maior atendeu quase 500 pacientes em um ano de funcionamento, afirma Sesapi

UTI beneficia diretamente toda a região dos Carnaubais, composta por 15 municípios


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) completou um ano de funcionamento e já atendeu 480 pacientes desde sua inauguração, em maio de 2023. Com um atendimento humanizado e qualificado, a UTI beneficia diretamente toda a região dos Carnaubais, composta por 15 municípios. 

Com 10 leitos destinados à internação de pacientes graves, a UTI do Hospital de Campo Maior conta com uma equipe especializada para proporcionar os cuidados necessários. O setor é extremamente importante para a região já que evita transferências interhospitalares, além de levar resolutividade para a região, o que traz um impacto positivo na saúde pública local. 

  
UTI do Hospital de Campo Maior atendeu quase 500 pacientes em um ano de funcionamento, afirma Sesapi
Divulgação
 
 
 
"Em apenas um ano, a UTI já demonstrou ser um recurso muito importante para nossa região. A proximidade do serviço evita a necessidade de deslocamento para Teresina, reduzindo riscos e proporcionando um atendimento mais ágil e eficaz aos pacientes graves", destaca Ilana Cabral, coordenadora da UTI do Hospital de Campo Maior. 

De acordo com a coordenadora, um serviço essencial oferecido na UTI é a hemodiálise, procedimento fundamental para pacientes que sofrem de doença renal aguda ou crônica com piora ocasionada por patologias.

"Recebemos muitos pacientes em urgência dialítica. Com a hemodiálise disponível na UTI, conseguimos proporcionar um tratamento imediato, melhorando significativamente as chances de recuperação do paciente", explica a coordenadora.

"A abertura de leitos de UTI dá suporte ao atendimento de casos mais graves além de cirurgias de maior complexidade, seguindo o plano de expansão da rede de média e alta complexidade, afirma Dirceu Campêlo, superintendente da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado