Jorge Lopes mantém candidatura se federação derrubar Mário Rogério do Cidadania - Bastidores
Bastidores
POLÍTICA

Jorge Lopes mantém candidatura se federação derrubar Mário Rogério do Cidadania

Caso a nacional mantenha o Presidente, Jorge Lopes acompanha Edson Melo para os braços de Sílvio Mendes. “Acaba o PSDB”.


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O triste e melancólico fim do PSDB no Piauí, enquanto partido político com representatividade e força na capital, pode estar sendo decidido nas próximas horas. Depois da desistência de João Vicente Claudino, o Presidente da Federação tucana com o Cidadania no Estado, Jorge Lopes, assumiu a missão de manter candidatura própria e apelar para o sentimento dos teresinenses. Não durou uma semana. No final da tarde desta sexta-feira (5) a notícia não é nada animadora.

Uma reunião de emergência no gabinete do vereador Edson Melo, Presidente do PSDB em Teresina, tratou da possível saída de Jorge Lopes da corrida pelo Palácio da Cidade foi posta à mesa. Aos Bastidores um dos participantes revelou que a manutenção da candidatura própria será decidida pela executiva nacional da federação. Na tarde de hoje o Presidente do Cidadania, Mário Rogério, declarou apoio a Fábio Novo (PT) e isso foi outro fator que motivou o encontro que se estende até agora (19:00).

  
Jorge Lopes mantém candidatura se federação derrubar Mário Rogério do Cidadania Reprodução
 
 
 

“Ainda não tem desistência. A decisão está nas mãos da nacional. Mário Rogério deve perder a Presidência do Cidadania. Se tirarem ele da Presidência, Jorge (Lopes) continua, caso contrário, ele vai com Sílvio (Mendes). Acaba o PSDB”, confirma, analisando ainda que Mário Rogério, por fazer parte da federação, pelas regras não pode ir contra a decisão do PSDB.

O problema é que o próprio ninho tucano está completamente dividido. Nos últimos dias Jorge Lopes manteve encontro com o Senador Ciro Nogueira, além de conversar com o Prefeito Dr. Pessoa. Mas, o Presidente da federação estaria mais inclinado a seguir Edson Melo e não Luciano Nunes, cujo grupo já está em pré-campanha com Fábio Novo (PT) ou João Vicente Claudino, que deve marchar em apoio ao candidato do Partido dos Trabalhadores. 

Pensar que para acabar com o partido que comandou Teresina, quase que ininterruptamente, por quase 30 anos, levou menos de três anos, apesar de todo o legado de trabalho. Perdeu grandes lideranças, prefeitos, vereadores e deputados. Sem direção com estratégia e pulso após a morte de Firmino Filho, restou ao PSDB ser um mero telespectador da disputa pelo Palácio da Cidade. Os tucanos estão com as penas murchas e vão ter que chegar ao fundo do poço para se redescobrir e, quem sabe voltar a voar alto na capital.


Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Wesslley Sales

Wesslley Sales

Jornalista, Especialista em Marketing Político, Mídias Sociais e Comunicação Produtor, Apresentador e Repórter na TV Antena10 Radialista e Redator

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado