Eleições 2022
POLÍTICA

Em Teresina, Lula exalta Rafael Fonteles e chama Bolsonaro de genocida

Organização afirma que mais de 40 mil pessoas estiveram presentes no ato político


(Atualizada às 22h)

Era por volta das 21h, quando o ex-presidente Luiz Inácio Luiz da Silva (PT) discursou para um público de mais de 40 mil pessoas, segundo organização, na Arena do Povo, localizada na zona Leste de Teresina. No ato, o petista fez inúmeros elogios a Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí pelo PT. Esta foi a primeira visita de Lula ao Piauí, agora, como candidato a presidente nas eleições de 2022.

Lula teceu duras críticas ao seu maior opositor, o presidente Jair Bolsonaro (PL), do qual chamou de "genocida" e citou que ele não tem medo da urna, e sim do povo brasileiro. O petista citou que Bolsonao terá uma resposta no dia 2 de outubro [primeiro turno das eleições] e que, caso seja eleito, vai reconstruir o Brasil.

  

Em Teresina, Lula exalta Rafael Fonteles e chama Bolsonaro de genocida
Reprodução Youtube

  

"Não vamos permitir que o genocida [Bolsonaro] que está em Brasília, que não derramou uma lágrima por quase 700 mil pessoas que morreram por covid e enchentes. Ele não se preocupa com sindicato, quilombolas, um genocida que quer desmatar a Amazônia, Cerrado. Esse genocida não pode se apoderar da bandeira brasileira. O Brasil hoje está pior quando eu cheguei à presidência, em 2003. O Brasil tem mais desemprego, inflação, está tudo caro. Esse país está desgovernado porque esse cidadão não está preparado para governar esse país. A minha causa é provar ao mundo e a elite brasileira que o trabalhador vai comer três vezes por dia. Nós vamos provar que nesse país não vai mais morrer criança de desnutrição", declarou.

Lula afirmou que Bolsonaro não irá conseguir comprar a população com o aumento do Auxílio Brasil que passará a ser R$ 600 a partir deste mês. O petista citou que a população precisa dar uma resposta ao presidente. "Temos que dar uma banana para ele cair fora da governância. Não podemos mais acreditar em mentiras, ele não está com medo das urnas, ele tá com medo é do povo brasileiro que vai derrotar ele nas eleições. Estou preparado para recuperar esse país", completou.

  

Ex-presidente fez duras críticas a Bolsonaro durante ato político em Teresina
Reprodução Youtube

  

Ainda em discurso, Lula afirmou que Rafael Fonteles é o mais preparado para dar continuidade ao governo petista no estado. "A minha vinda aqui hoje, não é apenas para pedir votos, porque não posso, mas é pra dizer ao povo do Estado do Piauí que eu tenho um candidato a governador que é Rafael Fonteles. Se ele tiver herdado do pai o caráter e se tiver aprendido com Wellington a capacidade de governar, não tenha dúvida que teremos esse baixinho governando melhor que Wellington. Ele vai cuidar do povo do Piauí, ele é a minha esperança e do Wellington, para que possamos fazer um Piauí um estado melhor", disse.

O ex-presidente afirmou que com Rafael Fonteles no cargo de governador, caso seja eleito, e ele na presidência, haverá uma nova revolução. O petista citou que os empregos irão voltar e que está disposto a lutar pelo Brasil.

  

Lula em ato político na capital do Piauí
Roberta Aline / Ascom

  

"Vamos voltar a conquistar a respeitabilidade no mundo e trabalhar por emprego para os jovens. Eu quero que o pobre deixe de ser pobre. Ou eles acham que a gente faz uma opção pela miséria? Eu tenho disposição e quando vocês estiverem desanimados, lembrem da minha disposição", explanou.

Lula é ovacionado por multidão em Teresina

O ex-presidente e candidato à Presidência da República participou de evento político na avenida Presidente Kenndey, na zona Leste da capital, na noite dessa quarta-feira (03). De vermelho, militantes e apoiadores usaram cartazes como "Volta Lula" e "Fora Bolsonaro".

  

Ato com ex-presidente Lula reúne multidão em Teresina; acompanhe
Reprodução Youtube

  

Lula chegou no palco por volta das 19h15 acompanhado do ex-governador Wellington Dias, Rafael Fonteles e da governadora Regina Sousa. Os hinos do Piauí e do Brasil foram executados no início do ato político. Durante o evento, foram exibidas imagens de Rafael Fonteles ao lado de Lula. O ex-secretário de Fazenda disputa pela primeira vez um cargo político. No palco, representantes petistas e de legendas da base aliada.

  

Evento com ex-presidente Lula reúne multidão em Teresina
Ricardo Stuckert

  

Antes do discurso de Lula, personalidades do estado foram chamadas ao palco. Aos 13 anos de idade, Yuri leu uma carta para o ex-presidente. O adolescente, natural de Guaribas, interior do Piauí, falou sobre ouvir dos pais como era a cidade antes e depois do mandato do petista.

  

Yuri leu carta para o ex-presidente Lula em Teresina
Reprodução Youtube

  

"Meus pais me disseram que antes de se você tornar presidente, Guaribas era esquecida. Tinha que ir ao olho d'água que era muito longe só para conseguir um pouco de água, por isso, para quem a família era muito grande, era muito sofrido. Naquela época não havia nem mesmo um banheiro. As pessoas sofriam, passavam fome e sede", narra. Yuri encerrou a carta dizendo: "O senhor está mais preparado e experiente e vai fazer um mandato muito melhor para nós".

Fotos abaixo: Laura Parente / A10+

 

O ex-governador Wellington Dias, candidato ao Senado Federal, fez inúmeros elogios ao ex-presidente Lula. Ele citou que o Piauí saiu do mapa da fome. "Esse estado, que era o mais atrasado na educação, já é o 12º do Brasil. Esse estado, que tinha 400 mil com ensino médio, agora tem mais de 1 milhão. Somos o único estado do Brasil que tem esse modelo de federação, onde tem ensino técnico e superior, universidade pública em todos os municípios desse estado. O estado escolheu por unanimidade Themístocles Filho e Rafael Fonteles para sucessão de governador do Piauí", disse.

  

Wellington Dias e Lula durante ato político em Teresina
Reprodução Youtube


Dias citou que Lula tem experiência de oito anos de mandato e agora retorna para concorrer à presidência da República ao lado de Geraldo Alckmin, candidato a vice. Wellington afirmou que Bolsonaro vive questionando a urna eletrônica porque está com medo de perder a eleição. "Ele vai ser engolido pela porca com apoio do povo do Piauí e Brasil", explanou.

"Lula terá a maior votação no Piauí", diz Rafael Fonteles

Durante seu discurso, o candidato ao governo do Piauí, Rafael Fonteles, agradeceu o encontro com Lula e reforçou o discurso de maioria no estado apoiando a campanha do ex-presidente. Ele relatou que Lula terá a maior votação entre os estados brasileiros.

  

Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí durante ato de Lula em Teresina
Reprodução Youtube

  

"Que emoção. Gratidão é a palavra que vem a mente nesse momento da nossa caminhada. Presidente Lula, o senhor que representa mais uma vez a volta da esperança, a nossa gratidão pelo seu entusiasmo. Estamos juntos assumindo de corpo e alma essa que é a maior missão da minha vida. Dizer pra você presidente, Janja, Randolfe, Márcio. Aqui hoje é o maior encontro de toda pré-campanha do presidente Lula. Queremos, presidente, continuar sendo exemplo de estado que reduz a pobreza. Temos certeza e vamos trabalhar sim com a  difícil missão de suceder esse que foi o maior governador da nossa história. O Piauí sabe que pode contar com Lula e Lula sabe que pode contar com o estado do Piauí. A maior diferença vai ser no Piauí de novo", declarou.

Chegada em Teresina

O ex-presidente desembarcou em Teresina por volta das 11h40 desta quarta (03). Candidato a presidente, o petista está realizando uma série de viagens por estados na tentativa de construir novas alianças para derrotar o seu principal opositor, Jair Bolsonaro (PL), ainda no primeiro turno. 

O ato político conta com a presença de várias caravanas, prefeitos, apoiadores e militância petista. Uma força-tarefa foi adotada pela Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Superintendência Municipal Trânsito (Strans) e Batalhão de Trânsito da PM-PI para a segurança de participantes na região. 

  

Ato com ex-presidente Lula reúne multidão em Teresina
Ascom

   

Segundo a organização, o palco foi dividido com autoridades, representantes sociais e sindicais, além de prefeitos, vereadores, convidados e os candidatos ao governo e Senado pelo PT. A expectativa do PT é receber mais de 40 mil pessoas no local.

Acompanhe o ato político na íntegra:

Esquema de segurança 

A Polícia Militar montou um esquema de segurança para atuar no ato político de Lula em Teresina. O comandante da PM, Scheiwann Lopes, afirmou que será realizado um policiamento ostensivo e preventivo na região. O esquema foi montado após uma reunião e solicitação da Polícia Federal, responsável pela segurança dos presidenciáveis. 

  

Ato político conta com a presença de aliados e candidatos do PT e da base aliada
Reprodução Youtube

  

“É missão da Polícia Militar garantir a lei e a ordem da cidade. Nós iremos fazer o policiamento nas imediações do local, haja visto do grande número de pessoais e isso pode ter efeito nos índices de criminalidade como furto, roubos, então a PM estará presente. O nosso plano de segurança para o evento já está feito e iremos implementar na sua totalidade. Com a graça de Deus será um evento tranquilo em relação aos transeuntes que moram naquele local e também a comunidade que se fará presente”, detalhou o comandante em entrevista à TV Antena 10.

Apoio a Rafael Fonteles 

De acordo com a organização, no evento em Teresina, o ex-presidente Lula falará sobre insegurança alimentar, ações de combate a fome,redução da pobreza e eleições 2022. Este será o primeiro ato político que o petista fará ao lado de Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí. A visita de Lula era bastante aguardada pela organização de campanha do ex-secretário de Fazenda.

  

Lula participa de evento em Teresina
Reprodução Youtube

  

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: