Piauí tem 8 candidatos ao Senado Federal; veja nomes e patrimônios declarados - Eleições 2022
Eleições 2022
ELEIÇÕES 2022

Piauí tem 8 candidatos ao Senado Federal; veja nomes e patrimônios declarados

Os valores informados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão de 0 a R$ 1,1 milhão


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

No Piauí, oito candidatos disputam o cargo de Senado Federal nas eleições de 2022. Assim como governador, o A10+ apresenta agora os nomes dos concorrentes e os patrimônios declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os valores informados vão de 0 a R$ 1,1 milhão em bens.

  

Piauí tem 8 candidatos ao Senado Federal; veja nomes e patrimônios declarados
Jefferson Rudy/Agência Senado

  

A propaganda eleitoral, incluindo divulgação na internet e por alto-falantes, caminhadas, carreatas ou passeatas teve início na terça-feira (16). O 1º turno das eleições ocorre em 2 de outubro. Concorrem ao Senado Federal: Albetiza Moreira (PCO), Moacir Domingos (Patriota), George Mágno (PSOL), Fábio Sérvio (Podemos), Gervásio Santos (PSTU), Joel Rodrigues (PP), Professor AJosé (PMN) e Wellington Dias (PT).

Conforme dados, o ex-prefeito de Floriano, Joel Rodrigues (PP) tem o maior patrimônio entre os candidatos com mais de R$ 1,1 milhão em bens. Em segundo lugar, aparece o agricultor Don Lotti do Patriota com mais de R$ 1 milhão.

Abaixo a lista dos candidatos (ordem alfabética) e bens declarados

A candidata ao senado Albetiza Moreira de Araújo, 53 anos, professora do ensino médio disputa o cargo pelo Partido da Causa Operária (PCO). Em anos anteriores ela se candidatou aos cargos de senadora em 2018 e 2010, e foi candidata a vice-prefeita em 2020 e 2016.

  

Albetiza Moreira, candidata ao Senado pelo PCO
Reprodução
   

De acordo com o TSE, a candidata declarou possuir o valor de R$ 140.000,00 em bens. O bem declarado é um imóvel.

Moacir Domingos Lotti, 65 anos, disputa o cargo pelo partido Patriota. O agricultor que já era filiado ao PMDB onde usava o nome Katraca, foi eleito vereador de São Pedro do Iguaçú em 2004, e também foi vereador suplente em 2008 ainda pelo PMDB.

  

Domingos Lotti, candidato ao Senado pelo Patriota
Reprodução

  

Segundo o TSE, o candidato declarou R$ 1.052.600,00 em bens acumulados ao longo da vida, possuindo  R$ 567.000,00 em terras nuas, um imóvel sem nenhum investimento, e três veículos automotores nos valores de R$ 15.000,00,  R$ 65.000 e R$ 37.000.

  

Dr. George, candidato ao Senado pelo PSOL
Reprodução

  

Filiado ao PSOL, o advogado Dr. George, de 48 anos, disputa pela primeira vez um cargo político. É filiado ao PSOL. Ele declarou não possui nenhum bem cadastrado.

O publicitário Fábio Sérvio, 43 anos, concorre a um cargo político pela 3ª vez. Em 2018 ele disputou o pleito de governador do estado pelo PSL. Filiou-se ao PROS e disputou a prefeitura de Teresina em 2020.

  

Fábio Sérvio
Jade Araújo / A10+

   

Segundo o TSE, o candidato filiado ao Podemos declarou o total de R$ 500.000 em bens acumulados, o valor é advindo de participações societárias.


  

Gervásio Santos, candidato ao Senado pelo PSTU
Reprodução

  

O professor Gervásio Santos (PSTU), 55 anos, veterano nas eleições, declarou bens avaliados em R$ 140 mil. Ele possui um apartamento no valor de R$ 110 mil e um veículo de R$ 40 mil. Esta é nona eleição de Gervásio que já concorreu aos cargos de prefeito de Teresina [em 2020], senador [2018], 2º suplente [2014], vereador [2012], senador [2010], vice-prefeito [2008], deputado federal [2006] e vereador novamente em 2004.

  

Joel Rodrigues, candidato ao Senado pelo PP
Laura Parente / A10+

  

O contador e ex-prefeito de Floriano, Joel Rodrigues (PP) tem o maior patrimônio declarado entre os seus concorrentes ao Senado. O ex-gestor, de 52 anos, possui mais de R$ 1,1 milhão em bens.

Segundo dados do TSE, Joel tem um apartamento avaliado em R$ 250 mil, dois terrenos, um de R$ 25 mil, outro de R$ 23 mil, R$ 14,39 na caderneta de poupança, uma casa avaliada em R$ 850 mil, aplicação de renda fixa de R$ 8.110,20 e um consórcio não contemplado de R$33.747,98. Juntos contabilizam exatos R$1.189.872,57.

  

Ajosé Fontinelle, candidato ao Senado pelo PMN
Rayanna Mousinho / A10+

  

O professor AJosé, 47 anos, disputa pela primeira vez um cargo político pelo PMN. Ele declarou possuir apenas um apartamento avaliado em R$ 245 mil.

O ex-governador Wellington Dias, 60 anos, outro veterano em eleições, disputa mais uma vez o Senado Federal. Ele havia concorrido em 2010, mas deixou o cargo para disputar o governo em 2014, onde foi eleito e ficou no poder até março deste ano.

  

Wellington Dias, candidato ao Senado pelo PT
Anna Paula Couto / A10+

  

Segundo dados do TSE, Dias declarou R$1.001.900,75 em bens. Entre os patrimônios, o candidato do PT afirmou possuir um terreno de R$ 2 mil, mais de R$ 36 mil em aplicações e investimentos, um veículo avaliado em R$ $207.681,93, uma terra nua de R$187.304,68, VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre de R$120.000,00, terreno de R$19.000,00, uma casa avaliada em R$ 237 mil, apartamento de R$ 40 mil, depósito bancário em conta corrente no país de R$8.067,71, caderneta de poupança, R$1.084,78, caderneta de poupança R$1.817,35, outras aplicações e investimentos de R$7.119,71, depósito bancário em conta corrente no país de R$ 134.029,82 e caderneta de poupança de R$488,34.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Sobre a coluna

A10+

A10+

Tudo sobre as eleições 2022 no cenário nacional e local

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado