Mentoria com Mulheres: a importância de compartilhar experiências - Empreender Mais
Empreender Mais
EMPREENDER MAIS

Mentoria com Mulheres: a importância de compartilhar experiências

Um bom trabalho de mentoria deve estimular a pessoa a se conhecer de fato


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Quando olhamos ao redor, a maioria das figuras de liderança é masculina. Natural que, de alguma forma, não nos sintamos pertencentes àquele meio. Afinal, como uma executiva pode se sentir confiante se ela parece uma “estranha no ninho”? Como ela pode se sentir parte daquele grupo quando boa parte dos exemplos de gestão está de "terno e gravata"? É como se, mesmo sem intenção, o meio reforçasse a ideia de que “aqui não é o seu lugar”.

Por isso, é tão poderoso trocar com mulheres que chegaram lá. Compartilhar experiências, contar quais barreiras foram enfrentadas, falar sobre os medos e como superá-los. Enfim, mostrar que existe um caminho para a mudança, apesar de sermos apenas 27% na média liderança e 14% na diretoria, segundo a pesquisa FIA Employee Experience (FEEx) — não resisti e acabei trazendo uma estatística.

  
Mentoria com Mulheres: a importância de compartilhar experiências Divulgação
 
 
 

O simples fato de uma mentorada poder contar seus medos, angústias, dificuldades e ouvir a história de outra mulher que passou pelo que ela está vivendo naquele momento já serve de encorajamento para seguir firme na jornada. Aliado à mentoria, devemos também buscar práticas focadas na equidade de gênero e no combate à cultura machista, claro. Porém, acreditem em mim: compartilhar experiências é transformador!

Se você, mulher ou homem, se sentiu tocado por esse texto e quer apoiar a jornada de outra profissional dessa forma, essas são algumas dicas que podem ajudar:

Um bom trabalho de mentoria deve estimular a pessoa a se conhecer de fato. Quais são seus pontos fortes, suas fragilidades, seus medos e suas aspirações.

Ainda que o foco da conversa seja profissional, lembre-se que, do outro lado, está um ser humano em construção. Sensibilidade e empatia são fundamentais ao longo do processo.

Um bom mentor ou mentora precisa ter a mente aberta para não cair no erro do julgamento, de querer impor o seu jeito e de ditar regras absolutas. Cada história é única e, no caso de homens mentorando mulheres, é importante entender que existem vivências que são muito particulares do universo feminino. Se você, mentor, está com dificuldade de compreender algumas questões, busque conselhos e ajuda de outras mulheres mentoras e se mostre aberto para esse aprendizado.

Ainda sobre aprendizado, vale lembrar que a mentoria é um processo durante o qual os dois lados aprendem. O papel da mentora ou do mentor não é ser a/o "sabe-tudo", mas se abrir para a troca.

O diálogo só acontece quando existe uma escuta ativa e um ambiente de confiança. Pode parecer um detalhe sem importância, mas explicar que a conversa fica só entre vocês, que a pessoa pode confiar e se abrir com você, ajuda nessa construção.


Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Ericka Eloi

Ericka Eloi

Com publicações sobre vendas, marketing, planejamento e liderança

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado