Conselheira diz que adolescente teria planejado matar 5 crianças em escola de Manaus - Brasil
BRASIL

Conselheira diz que adolescente teria planejado matar 5 crianças em escola de Manaus

Jovem foi apreendido após ataque nesta segunda-feira (10) no Amazonas ; três pessoas sofreram ferimentos leves


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A conselheira tutelar Kiki Anjos relatou à imprensa de Manaus que o adolescente apreendido suspeito de ferir três pessoas dentro de uma escola, nesta segunda-feira (10), teria planejado matar cinco crianças e ferir outras sete. A profissional foi até a escola buscar sua filha que ligou desesperada informando que estava ocorrendo um atentado dentro da unidade de ensino. 

De acordo com a conselheira, o adolescente teria planejado atingir 12 estudantes com as armas que carregava na mochila e depois se mataria, caso tivesse uma arma de fogo. O jovem atacou colegas com uma machadinha na tarde desta segunda-feira (10), em uma escola particular na Rua Marciano Armond, bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus. Ele teria histórico de agressividade, exaltava massacres e levou outras armas dentro da mochila.

  

Conselheira diz que adolescente planejava matar 5 crianças em escola de Manaus
Carlos Gurgel / GDC

   

“Trabalho já há 12 anos com isso, poderia estar mais tranquila, mas a minha filha estava aí dentro. Ele disse ter planejado matar 5 crianças e ferir 7 dentro da escola. Ele não conseguiu matar ninguém e teve uma criança com os braços feridos com uma machadinha. Foi a questão de um atentado de um garoto de 12 anos e ele vai ser conduzido agora para a DEAI. Ele disse se tivesse uma arma de fogo, ele ia para o confronto com a polícia para morrer”, informou a conselheira ao sair da unidade de ensino em entrevista à imprensa de Manaus.

De acordo com colegas, o adolescente queria se vingar das pessoas que praticavam bullying com ele. Beatriz Lucena, mãe de outro aluno, falou sobre a prática de bullying ter se tornado comum e que a escola teria ignorado os sinais dos casos existentes.


“As crianças ficam se ofendendo em grupos de mensagens, ofendendo os pais. Esse garoto que surtou agora, ele já surtou pela segunda vez e a gente comunicou a escola, mas sempre foram deixando passar. Teve uma menina agora que saiu da escola, ela fez bullying com todo mundo”, disse a mãe em entrevista ao Portal D24 AM.

  

Material apreendido com o adolescente em Manaus Reprodução

   

Além de uma machadinha usada, conforme explicou a conselheira que teve acesso ao adolescente, três coquetéis molotov e uma faca foram encontrados na mochila do jovem. Ele foi levado para a DEAAI (Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais) e ficará à disposição da justiça. Os pais do menino serão ouvidos pela polícia. 

O que diz o colégio? 

Em nota, o Colégio Adventista de Manaus (IAM), informou que houve uma agressão física em sala de aula, onde um aluno agrediu outros dois estudantes no ambiente escolar. Eles lamentaram profundamente o ocorrido e destacou que polícia está investigando o caso na escola. 

Ainda segundo a nota, as vítimas sofreram lesões superficiais e já foram atendidas e liberados pelo SAMU no local. A escola informou que está dando suporte aos estudantes e familiares e as aulas foram suspensas. O comunicado encerra informando que escola está à disposição para mais esclarecimentos.

O Governo do Amazonas informou nesta segunda-feira (10), que vai anunciar a criação do Comitê Interinstitucional de Proteção, Monitoramento, Guarda e Segurança Escolar, bem como do Núcleo de Inteligência e Segurança Escolar (Nise), como medidas para monitorar e prevenir todas as formas de violência no ambiente escolar da rede estadual, na capital e no interior do Estado.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado