LEVANTAMENTO

Teresina, Campo Maior e Luís Correia concentram ações na justiça por racismo, afirma TJ-PI

Os dados foram levantados pelo Tribunal de Justiça do Piauí


Dados do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) divulgados no dia da Consciência Negra, dia 20 de novembro, mostram que Teresina, Campo Maior e Luís Correia possuem mais de 60% dos processos judiciais envolvendo racismo, injúria racial, preconceito de raça ou de cor e intolerância religiosa. 

De acordo com os dados, Campo Maior lidera o ranking com 28,6% dos processos, Teresina com 21,4% e Luís Correia com 14,3%, seguido pelas cidades de Piripiri, Pedro II, Paulistana, Jurumenha e Altos que possuem 7,1% dos processos judiciais. 

  

Teresina, Campo Maior e Luís Correia concentram ações na justiça por racismo
Reprodução

   

Entre 2018 a 2022 durante o período pandêmico, com a instauração do isolamento social, o número de processos foi reduzido com a volta da normalidade o número de processos de racismo voltou a subir. 

De acordo com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, o desembargador José Ribamar, o Judiciário Piauiense está engajado no combate ao problemas sociais dos cidadãos do estado. 


  

Os dados foram levantados pelo Tribunal de Justiça do Piauí
TJ-PI

   

“Estamos, ao longo de todos esses anos, desenvolvendo um Judiciário mais engajado com a garantia dos princípios e direitos básicos, para todos. Buscamos promover ferramentas de pesquisas judiciais e acerca do contato do Judiciário com a sociedade, a fim de garantir novos índices e dados, e com eles, desenvolvermos melhores estratégias de combate às problemáticas sociais que afligem a população piauiense e toda a nossa nação” finalizou.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: