Em Brasília, Rafael Fonteles assina contrato de R$ 2 bilhões em investimentos para o Piauí - Economia
INVESTIMENTOS

Em Brasília, Rafael Fonteles assina contrato de R$ 2 bilhões em investimentos para o Piauí

Recurso assegurado pelo Banco do Brasil vai permitir obras de infraestrutura nos 224 municípios piauienses


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O governador Rafael Fonteles esteve com o ministro da Fazenda Fernando Haddad nesta segunda-feira (15), em Brasília, para a celebração de um contrato de investimentos de R$ 2 bilhões junto ao Banco do Brasil. Os recursos serão aplicados nos 224 municípios piauienses e as obras são na área de infraestrutura de transportes, mobilidade urbana, infraestrutura hídrica, segurança pública, além de ações que serão viabilizadas a partir do financiamento.

Fonteles destacou que o recurso antecipa obras e melhora a qualidade de vida da população. "O Piauí fez o dever de casa e tem capacidade de pagamento atestado pelo Ministério da Fazenda. Então, recebemos o aval da União para financiar esses projetos tão importantes", destaca.

  

Em Brasília, Rafael Fonteles assina contrato de R$ 2 bilhões em investimentos para o Piauí
Divulgação

   O Ministro Haddad avalia que o Piauí vem passando por uma transformação nos últimos 20 anos em relação a indicadores como a saúde e a educação. Para Haddad, isso representa uma verdadeira transformação social.

"Eu fico muito feliz do Tesouro Nacional ter a sensibilidade de entender que não existe só a União, não existe só o Governo Federal. Se nós não entendermos que os governadores competentes, que têm as contas em ordem, precisam de algum apoio (porque eles sabem melhor do que nós o que precisa ser feito no Estado para potencializar o desenvolvimento, geração de oportunidades), nós vamos ficar sozinhos aqui, ao invés de fazer um trabalho federativo, conjunto, que vai potencializar ainda mais", aponta.

Presente na celebração do contrato, José Ricardo Sasseron, vice-presidente do Banco do Brasil, conta que o Piauí está sempre em busca de crescimento. "Essa é a segunda operação em dois anos, foram R$ 2 bilhões o ano passado e mais R$ 2 bilhões este ano, para incentivar o crescimento do Estado, incentivar a economia, gerar emprego, com tudo aquilo que o governo do estado está planejando para o estado do Piauí", considera.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado