IBGE aponta queda do PIB estadual e crescimento na economia de municípios do agronegócio - Economia
NO PIAUÍ

IBGE aponta queda do PIB estadual e crescimento na economia de municípios do agronegócio

Instituto afirmou ainda que a participação da economia de Teresina em relação ao estado caiu 22% em 18 anos


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (16) um balanço informando que apesar da queda do PIB do Piauí, a economia dos municípios do agronegócio cresceu. Em 2020, o estado apresentou queda de 3,5% em relação ao PIB de 2019.

Segundo o IBGE, mesmo com a queda a nível estadual, alguns municípios onde a economia gira em torno do agronegócio apresentaram crescimento do PIB.

  

IBGE aponta queda do PIB estadual e crescimento na economia de municípios do agronegócio
Agência Brasil

   

Em razão principalmente do aumento da produção de cereais como soja e milho, as atividades agropecuárias tiveram um aumento de 10,8% no Valor Adicionado Bruto (VAB) em 2020 quando comparado ao ano anterior. Em razão do cenário de queda geral da atividade econômica nos demais setores da economia piauiense, a atividade agropecuária teve um crescimento em sua participação no VAB total do estado, passando de 8%, no ano de 2019, para 14%, em 2020.

Na região sudoeste do estado concentra-se a maior produção do agronegócio. Em 2020, os cinco municípios que detinham maior participação na agricultura piauiense foram Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí, Bom Jesus, Santa Filomena e Ribeiro Gonçalves, que juntos detinham 43,7% da produção estadual.

Com relação à participação do Valor Adicionado Bruto (VAB) do setor agrícola dentro do VAB total da economia de cada município, três cidades se destacam: Baixa Grande do Ribeiro, com 73,6%; Ribeiro Gonçalves, com 72%; e Santa Filomenta, com 69%. 

Participação da economia de Teresina em relação ao estado cai 22% em 18 anos 

O IBGE divulgou ainda, no mesmo balanço, que o apesar da queda nominal de 1,9% em relação ao ano de 2019, em 2020, o PIB de Teresina atingiu R$ 21,5 bilhões e permaneceu como o maior do estado do Piauí.

De acordo com o IBGE, de 2002 a 2020, Teresina apresentou uma redução expressiva de 22% na sua participação em relação à economia piauiense, caindo de 49,4%, em 2002, para 38,27%, em 2020. 

Os municípios que apresentaram maior crescimento na participação relativa de sua economia em relação ao estado, no período de 2002 a 2020, foram Currais, com 748%, e Baixa Grande do Ribeiro, 681,04%, ambos baseados no crescimento do agronegócio, Lagoa do Barro do Piauí com um crescimento de 608,83%, devido ao crescimento dos investimentos em geração de energia eólica.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado