NO RIO

Filipe Ret é alvo de mandado e apreensão após suposta distribuição de maconha em festa

Um chaveiro foi chamado para abrir o apartamento do artista, que não estava em casa


A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre agora um mandado de busca e apreensão em endereços ligados ao rapper Filipe Ret, investigado pelo crime de tráfico de drogas, após ele oferecer e distribuir maconha gratuita em sua festa de aniversário, que aconteceu há cerca de um mês.

Agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE-RJ) saíram para cumprir cinco mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao cantor no RJ, como a casa dele, em um prédio no Flamengo.

  

Filipe Ret ainda não se pronunciou sobre o ocorrido
Reprodução
  

Segundo informações obtidas pela jornalista Aline Pacheco, do Balanço Geral Manhã, da Record TV, um chaveiro foi chamado para ajudar abrir o apartamento do artista, que está em Angra dos Reis.

Na residência, a equipe apreendeu maconha e material para enrolar cigarros, mas a quantidade não foi informada.

A assessoria de imprensa de Ret foi procurada pela reportagem, mas não se pronunciou sobre o assunto.

Além da investigação relacionada a distribuição de maconha em festa, o rapper foi alvo de uma operação da polícia também no último sábado (16), em um festival de música, em Cuiabá, no Mato Grosso.

Na ocasião, o evento foi interrompido por duas horas e, segundo Filipe, os agentes fizeram um batida em seu camarim em busca de drogas. Em nota, a Polícia Militar disse que dava apoio a uma fiscalização de poluição sonora e de extrema perturbação do sossego público, junto com outras forças de segurança e a prefeitura de Cuiabá.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal R7


Dê sua opinião: