COPA DO MUNDO

Substituto de Lukaku marca, Courtois pega pênalti, e Bélgica bate o Canadá por 1 a 0

Seleção belga não empolga, mas evita zebra em primeiro jogo; astro canadense desperdiçou chance de entrar na história com gol


Em partida que começou com um "cheirinho" de zebra aparecendo, a Bélgica conseguiu confirmar o favoritismo, e venceu o Canadá por 1 a 0, no fechamento da primeira rodada do grupo F, nesta quarta-feira (23).

Sem ter à sua disposição maior artilheiro da história da seleção, Romelu Lukaku, fora por lesão na coxa esquerda, os belgas tinham como reserva imediato Michy Batshuayi, que apesar de não ter a mesma habilidade de finalização e de pivô, fez o gol da vitória para os comandados de Roberto Marínez.

  

Substituto de Lukaku marca, Courtois pega pênalti, e Bélgica bate o Canadá por 1 a 0
Reprodução Youtube

  

Com os resultados, a Bélgica lidera o grupo com três pontos. Croácia e Marrocos estão empatados com um ponto, mas os europeus ficam na frente nos critérios de desempate. Canadá é o lanterna, sem somar pontos.           

O jogo

A seleção canadense iniciou o jogo querendo repetir os feitos de Arábia Saudita e Japão, e ser mais uma zebra desta copa.

Logo aos nove minutos de partida, veio a chance de ouro. Em chute em direção a área, a bola bateu no braço do jogador da Bélgica, Yannick Carrasco, em que com auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti.

Na bola, o craque do time, Alphonso Davies, contra Courtois, eleito melhor goleiro do mundo pela Fifa na última temporada, o belga se deu melhor.

É a quinta cobrança defendida pelo goleiro belga em 2022. Ele já havia salvado quatro cobranças em frente à meta do Real Madrid, time em que atua.

Apesar do baque, a seleção norte-americana continuou bem no jogo, e encontrava espaços na defesa adversária, que montou esquemas com linhas altas, mas que sofria nos contra-ataques.

Até 14 minutos de jogo, eram 14 chutes para os canadenses contra apenas um dos europeus.
Ao longo da primeira etapa, as seleções se igualaram e a velocidade do jogo diminuiu.

Com o sumiço de De Bruyne em campo, coube a Youri Tielemans comandar as ações de meio-campo da Bélgica.

Pouco antes dos acréscimos, no entanto, veio o castigo para os canadenses, que até ali, vinham fazendo partida de segurança.

Em lançamento feito da própria área pelo zagueiro Alderweireld, a defesa canadense não conseguiu fazer o corte, e viu Batshuayi avançar em velocidade, e já dominar a bola chutando a gol, para abrir o placar e dar a dianteira para os “diabos vermelhos”.

Assim como na maior parte dos jogos do torneio, durante o segundo tempo, a intensidade física diminuiu.

Foram poucas chances claras de gols para os dois lados. Quando chegou com mais perigo, o Canadá parou nas mãos de Courtois.

Na melhor chance da etapa complementar, o goleiro belga voou para defender cabeçada do atacante Cyle Larin.

No geral, Canadá esbarrou nas próprias limitações técnicas.

Por outro lado, a Bélgica, no último ato de sua "ótima geração", que vem para sua terceira copa, também não teve grande atuação, e precisa melhorar como time, caso queira repitir o sucesso de 2018, quando ficou em terceiro lugar.

Davies perde a chance de entrar na história 

Alphonso Davies, lateral esquerdo canadense e grande estrela da seleção,teve a chance de fazer o primeiro gol canadense na história das copas.

Na primeira e última participação, na copa de 86, no México, o Canadá foi eliminado na primeira fase, com três derrotas e sem fazer um mísero gol.

Ficha técnica

Bélgica 1 x 0 Canadá

Local: Ahmad Bin Ali Stadium, Al Rayyan, Catar

Data e hora: quarta-feira (23), às 16h (de Brasília)
Árbitro: Janny Sikazwe (ZAM)
Assistentes: Jerson dos Santos (ANG) e Arsenio Maringule (MOZ)
VAR:
Gols: Michy Batshuayi

Bélgica

Thibaut Courtois; Timothy Castagne, Jan Vertonghen, Toby Alderweireld; Leander Dendoncker, Axel Witsel,De Bruyne,Eden Hazard (Leandro Trossard), Youri Tielemans (Amadou Onana); Michy Batshuayi (Lois Openda), Yannick Carrasco (Thomas Meunier). Técnico: Roberto Martínez

Canadá

Milan Borjan; Alistair Johnston, Richie Laryea (Sam Adekugbe), Kamal Miller, Steven Vitoria; Atiba Hutchinson (Ismael Kone), Stephen Eustaquio (Jonathan Osario), Alphonso Davies; Jonathan David, Junior Hoilett (Cyle Larin), Tajon Buchanan.

Técnico: John Herdman

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: R7


Dê sua opinião: