HOMENAGEM

“Pra sempre meu grande amor”, declara esposa de policial civil encontrado morto em Teresina

Rômulo Lima foi encontrado morto no estacionamento do IML no sábado (12)


Mayara Fernanda, esposa do policial civil Rômulo Lima Santiago, que estava desaparecido e foi encontrado morto no estacionamento do IML, na zona Sul de Teresina, no sábado (12), se pronunciou pela primeira vez sobre a triste partida do agente em rede social. Ela citou que seu coração está em pedaços, mas ressaltou que o policial será para sempre “o seu grande o amor”. 

Rômulo Lima estava desaparecido desde o dia 10 de novembro. No sábado (12), funcionários do IML sentiram um mau cheiro vindo de uma área isolada do estacionamento do órgão e ao chegarem próximo ao veículo, que pertence ao policial civil, perceberam que havia um corpo em estado de decomposição dentro do carro.

“Pra sempre meu grande amor”, declara esposa de policial civil encontrado morto em Teresina
Arquivo pessoal

   

Em postagem, Mayara relembrou como era Rômulo e destacou o quanto ele amava o filho do casal. Ele era policial civil do estado do Maranhão e estava lotado na delegacia da cidade de Vitorino Freire. Segundo relatos da família e amigos, ele entrou em licença médica do trabalho devido a um diagnóstico de depressão.

“Rômulo nos amava muito, assim como nós. Sempre foi recíproco o nosso companheirismo, nossa amizade, nosso amor. Sua maior preocupação sempre foi em nos manter seguros, nos oferecer o melhor, nos amar assim sempre o fez. Aqueles que o conheciam, tiveram o prazer de conhecer o coração lindo que ele tinha, quanto ele era parceiro, familia, filho amoroso, pai que amava tanto o filho”, escreveu. 

A esposa de Rômulo citou ainda que seu coração está em pedaços, mas tem a certeza que Deus dará conforto e consolo aos familiares neste momento tão difícil que eles enfrentam. Mesmo com a incerteza se voltaria, Mayara tinha esperanças de reencontrar o marido novamente.

Policial civil desaparecido é encontrado morto em Teresina
Reprodução

   

“Meu coração está em pedaços, mas tenho a certeza que Deus há de nos dar o conforto e consolo que precisaremos daqui pra frente pra suportar a sua falta, o vazio. A voz dele não sai da minha cabeça, eu ouço ela ecoar tão nítida, é como se ele estivesse falando aqui pertinho. Esses dias foram os dias mais difíceis que já vivi. Esperava a todo momento ele abrir a porta e voltar para nossa casa, nossa familia”, disse. 

Ainda em postagem, ela agradeceu a todos que mandaram mensagens e compartilharam o banner do desaparecimento do policial civil. “Obrigada de coração! Rômulo sempre estará em nossos corações SERA PRA SEMPRE MEU GRANDE AMOR”, finalizou. 

A esposa de Rômulo autorizou a divulgação deste depoimento ao A10+. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: