Morre Laysa Lira, pediatra que perdeu filho para a dengue há quase duas semanas em Teresina - Geral
LUTO

Morre Laysa Lira, pediatra que perdeu filho para a dengue há quase duas semanas em Teresina

Segundo família, médica morreu em decorrência da mesma doença que vitimou seu filho de 5 anos


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 12h17) 

A pediatra Laysa Geovanna Soares Vilarinho Lira, de 47 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (20) sob suspeita de dengue em um hospital particular de Teresina. A informação foi confirmada ao A10+ por uma amiga da família. A medica é mãe de Rafael Lira, de 5 anos, que faleceu no dia 7 de maio deste ano vítima de dengueO quadro dela já era considerado irreversível. 

Morre Laysa Lira, mãe de garoto vítima de dengue hemorrágica no Piauí Reprodução

   

A profissional de saúde faleceu em decorrência da mesma doença que vitimou seu filho há quase duas semanas. Laysa Lira é filha do Dr. Agenor de Almeida Lira, médico e ex-prefeito de Amarante. Ela deixa o marido, o médico Ricardo Matias e um filho. Familiares e amigos estão consternados com o caso. Com o óbito confirmado, o Piauí chega ao número de 10 mortes em decorrência da dengue em 2024.

O A10+ apurou com uma fonte ligada à família que Laysa Lira passou mal no sábado (18), e logo precisou ser internada. Ao longo do domingo (19) o quadro de saúde dela foi se agravando. O filho da médica, Gabriel Lira, que estava internado com sintomas suspeitos de dengue, recebeu alta na manhã desta segunda (20).  

FMS confirma que menino de 5 anos morreu por dengue em Teresina; 1º óbito na capital em 2024 Reprodução

   

Laysa Lira deu entrada no hospital com sintomas suspeitos de dengue hemorrágica. Ela chegou a sofrer uma parada cardíaca, foi reanimada pelos médicos, mas estava respirando com ajuda de aparelhos. Amigos e familiares ainda mantinham esperanças de que a pediatra iria sobreviver.

Moradores de Amarante e conhecidos da família Lira estão arrasados com o caso, principalmente pela fatalidade de mãe e filho morrerem em um período de apenas 13 dias. O velório e sepultamento deverão ocorrer nesta segunda-feira (20).  

Em nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) lamentou o óbito e prestou condolências aos amigos e familiares de Laysa Lira. O CRM-PI também divulgou nota de pesar sobre o caso. 



Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado