Delegado diz que ‘Mateus Doidão’, morto a tiros após perseguição, já respondia por vários crimes - Polícia
POLÍCIA

Delegado diz que ‘Mateus Doidão’, morto a tiros após perseguição, já respondia por vários crimes

Ele foi morto enquanto, segundo a polícia, praticava assaltos na zona Sudeste de Teresina


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirmou que Mateus Rodrigues da Cruz, morto a tiros após perseguição na zona Sudeste de Teresina, respondia por crimes de homicídios, roubo e tráfico de drogas. Mateus Doidão, de 20 anos, como era mais conhecido foi morto enquanto praticava assaltos, na noite dessa quarta-feira (22).

"Ele tinha mandado de prisão em aberto por crimes de homicídios, roubo e tráfico de drogas. Ele teria participação na morte de um idoso na zona Sudeste de Teresina e na morte de um pizzaiolo, onde invadiram e o mataram dentro de casa.Então, era um individuo perigoso, e morreu praticando atos criminosos", disse o delegado à TV Antena 10.

  

Criminoso foi morto a tiros após perseguição em Teresina  TV ANTENA 10

   

O delegado ainda destacou que pelo menos duas pessoas procuraram a polícia relatando que teriam sido vítimas de tentativas de roubos por parte de Mateus e seu comparsa Marlon Pablo de Sousa, que foi baleado na perna e encaminhado a uma UPA no Renascença.

"Pelo menos duas pessoas sofreram tentativa de roubo por ele e pelo colega dele. Um terceiro teria visto, e disparou contra eles. o Matheus foi atingido na região lombar e morreu no local, o outro ficou ferido e foi encaminhado para atendimento. Vamos analisar agora se a pessoa que atirou nele agiu dentro da legítima defesa", relatou. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado