NO PIAUÍ

Empresário é morto a tiros em Parnaíba; 3º homicídio em menos de 24h no litoral

A vítima estava dentro de um frigorífico quando foi surpreendida pelos disparos


Um empresário identificado como Antônio Maria Marinho Araújo Filho foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (20) dentro de um frigorífico na cidade de Parnaíba. Este foi o terceiro homicídio registrado em menos de 24h na região do litoral do Piauí.

Ao A10+, a capitã Ruthinea do 2° Batalhão da Polícia Militar do Piauí informou que a vítima estava no estabelecimento quando dois criminosos, ainda não identificados, chegaram e efetuaram disparos de arma de fogo contra a vítima. A suspeita é que o homem seria dono do frigorífico.

  

Empresário é morto a tiros em Parnaíba; 3º homicídio em menos de 24h no litoral
Reprodução

  

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado por vizinhos do comerciante, mas quando os socorristas chegaram ele já estava morto. Os policiais militares isolaram a área até a chegada da perícia.

Após o crime, a dupla conseguiu e ainda não foi localizada. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo do empresário. O caso será investigado pela DHTL.

3º homicídio registrado no litoral do Piauí em menos de 24h

Na tarde de segunda-feira (19), um adolescente foi executado a tiros nas proximidades de um shopping localizado no centro do município de Luís Correia, no litoral do Piauí. 

Ao A10+, o 24º Batalhão da Polícia Militar informou que a vítima caminhava em via pública quando foi surpreendida pelos disparos. Os suspeitos estavam em uma motocicleta. Ele teria problemas mentais.

Ainda na segunda, um homem morreu após um confronto com a Polícia Militar da cidade de Luís Correia. O tenente Mesquita informou ao A10+ que uma equipe policial estava fazendo rondas nas proximidades da Rua da República, no bairro Triângulo, quando decidiram entrar em um terreno. Ao adentrar a equipe foi surpreendida por suspeitos que atiraram contra os policiais.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: