Empresário é preso suspeito de assassinar a própria esposa de 22 anos em Teresina - Polícia
PRISÃO PREVENTIVA

Empresário é preso suspeito de assassinar a própria esposa de 22 anos em Teresina

Crime aconteceu na madrugada de sexta (20), na zona Norte; Eliésio alegava que Kamila teria tirado sua própria vida


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O empresário Eliésio Marinho foi preso pela Polícia Civil do Piauí nesta segunda-feira (23), suspeito de ter assassinado sua companheira de 22 anos, a jovem Kamila Carvalho do Nascimento. A vítima foi encontrada morta, ao lado de sua cama, na madrugada da sexta-feira (20), no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina.

Kamila apresentava um disparo de arma de fogo do lado direito da cabeça. Uma faca foi encontrada em sua mão esquerda. Eliésio foi preso preventivamente pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) para que a investigação possa prosseguir. A delegada Nathália Figueiredo revelou à TV Antena 10 que um laudo apontou que o disparo foi dado à longa distância, descaracterizando um possível suicídio.

  

Delegada Nathália Figueiredo
Jade Araújo / A10+

  

“No local a vítima foi encontrada de posse de uma faca em sua mão esquerda e teria sido encontrada também uma arma, que foi apreendida e levada para a perícia. Algumas inconsistências acerca de local crime, mas ainda é muito prematuro fechar uma investigação se de fato ela foi vitima de feminicídio ou de suicídio. O laudo cadavérico mostrou que o disparo que vitimou Kamila foi de longa distância, mais de 40 centímetros, ou seja não apresentando sinais de disparo de tiro encostado”, disse em entrevista à TV Antena 10.

Segundo a delegada, outros laudos ainda devem ser elaborados para elucidar o crime. Ela contou que ainda existem inconsistências entre as versões apresentadas e que isso será investigado pelo DHPP.

“Várias diligências ainda vão ser tomada, nós estamos no aguardo de laudo de local de crime. A prisão, ela tem um viés investigativo até pra gente saber as circunstancias do fato. Como eu disse, ainda não podemos fechar a conclusão do fato, do que aconteceu, motivo pelo qual pedimos a temporária e seguiremos com as investigações”, disse Nathália Figueiredo.

  

Sede do DHPP em Teresina
Jade Araújo / A10+

 

A delegada ainda explicou que Eliésio não revelou sobre histórico de brigas e agressões entre o casal e que por isso outras pessoas ainda devem ser ouvidas. “Ele não revelou questão de brigas constantes do casal, por isso que mais pessoas vão ser ouvidas até mesmo pra gente ver se de fato aquilo que foi relatado por condiz com a verdade”.

Entenda o caso

Uma mulher, identificada como Kamila Carvalho do Nascimento, de 22 anos, foi encontrada morta na madrugada desta sexta-feira (20), no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina. À TV Antena 10, o delegado Francisco Costa, o Barêtta, afirmou que a vítima foi encontrada ao lado da cama. O marido da vítima acionou o advogado que narrou aos policiais que ela teria cometido suicídio. Porém, o delegado explica que o caso está sendo investigado e apenas a perícia vai determinar como ocorreu a morte. 

Matéria relacionada

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Eleições nos Estados Unidos: você acha que Joe Biden tem condições de disputar a reeleição

ver resultado